Finalmente o homem pode voar como um pássaro

Tempo de leitura: 2 minutos

Homem voando como um passáro

Há 2411 anos o homem conhecia algo parecido com voar. Quando o estudioso da Grécia Antiga, Archytas, construiu um pombo de madeira capaz de “voar” por cerca de 180 metros. Depois veio o italiano Leonardo da Vinci, com vários desenhos para a aviação. Mas nenhum foi construído.

O trabalho mais notável para a aviação é com certeza o 14-Bis do brasileiro Santos Dumont. Que foi testado em 1906 entre os dias 19 e 23 de julho na cidade de Paris, França. 105 anos depois os aviões evoluíram, e chegaram ao que são hoje. Um dos meios mais rápidos e eficientes de locomoção nem sempre.

Depois de alguns anos de aviação o homem queira mais. Em 1950 os americanos tentaram fazer um aparelho que voasse com apenas um passageiro, para utilizar na locomoção dos comandantes militares no campo de batalha.

Depois disso muitos filmes e quadrinhos tentaram criar algo parecido com um foguete que pudesse levar apenas um passageiro. A primeira aparição dessa ideia veio no romance de ficção científica The Skylark of Space.

Parece que esses sonhos que apareciam na mente de milhares de pessoas finalmente vai ser realizado. Pois a Martin Aircraft Company desenvolveu o Martin Jetpack, o primeiro jetpack (Nome dado a esse tipo de aeronave) prático do mundo.

Martin Jetpack

O jato tem sido uma meta importante da indústria aeroespacial por mais de cinquenta anos. O Martin Jetpack é o resultado de anos de trabalho de uma equipe de engenheiros e desenvolvedores de todo o mundo.

Originalmente concebido para o mercado de lazer em mente, a Martin Aircraft Company viu uma forte demanda de uma ampla gama de mercados, incluindo a militar, de defesa civil, de emergências e de recreação.

Ele é constituído por um motor a gasolina, construído para a condução de ventiladores canalizados que produzem um impulso suficiente para levantar a aeronave e, um piloto na decolagem e aterrissagem vertical, possibilitando o vôo sustentado.

O Martin Jetpack ainda está em fase de desenvolvimento, mas tudo indica que até o final de 2012 ele estará disponível para comercialização.

E você, acha que o Martin Jetpack significará uma revolução na aviação? Deixe a sua opinião nos comentários.

Fonte: The Martin Jetpack, Wikipédia

5 Comentários


  1. Parece ser uma máquina bem legal, o problema deverá ser o preço.

    Responder

  2. cara, aposto sim que poderia ser excelente voar nesses aparelhos, tenho certeza que breve futuro, eles poderam descer sem esses paraquedas, mais tenho certeza que esse projeto não irá para frente, graças as empresas de automóveis e de aviação, que vão fazer de tudo para esse veículo, não se expanda, imagina quantos trilhões de dólares, as empresas deixariam de ganhar por ano. Quase todo mundo iria abandonar seus carros para usar essas máquinas. quem não gostaria de chegar rapidamente aoseu destino, sem pagar passagem aérea, sem pegar engarrafamento.Até os governos perdem, pois deixariam de arrecadar bilhões, de ipva e outros impostos, digo isso pois vi um filme real, uma vez, que era trabalho de faculdade: Tucker -Um homem e seu sonho. Neste filme, tucker lança um carro que seria sucesso,porém as grandes montadoras, criaram uma conspiração de fatos para seu projeto não dar certo. Vejam a história dele no wikipédia http://pt.wikipedia.org/wiki/Preston_Tucker. E vejam que provavelmente esse projeto também não irá para frente

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.