Miley Cyrus culpa Hannah Montana, mas é tudo mentira

Tempo de leitura: 5 minutos

Miley antes e depois

Miley Cyrus começou sua carreira de atriz aos nove anos quando decidiu iniciar suas aulas no Armstrong Acting Studio. Mas foi somente em 2005, aos 12 anos, que sua carreira realmente começou a decolar, ao participar de uma audição que a deu o papel principal de uma série da Disney chamada Hannah Montana. O seriado contava a vida de Miley Stewart, uma garota comum que vai à escola com seu irmão e, de noite, ela se torna a popstar Hannah Montana.

O show ainda é considerado um dos maiores sucessos do Disney Channel, com uma audiência enorme, alcançou diversos países e milhares de fãs. Estreado em 24 de março de 2006, a série teve 4 temporadas e seu último episódio foi ao ar em 16 de janeiro de 2011 lá nos Estados Unidos.

A partir disso Miley se desprendeu de Hannah Montana, e passou a ser conhecida apenas como Miley Cyrus. A partir daqui você já deve saber bem da história, ela lançou músicas, participou de filmes e blá blá blá. Chegamos agora em 25 de agosto de 2013, noite do Video Music Awards (VMA), Robin Thicke e Miley sobem ao palco para cantar “Blurred Lines”, o resto você deve saber, críticas e mais críticas sobre a apresentação da garota.

Só que a culpa não é dela, a culpa é de Hannah Montana, é o que afirmou Miley Cyrus. “Eu era uma adulta quando deveria ser uma criança. Então agora sou uma adulta agindo como uma criança”, disse a cantora em entrevista para a revista americana Harper’s Bazaar, que será publicada em outubro nos Estados Unidos. Ela afirma que foi obrigada a amadurecer rápido demais por causa do programa de TV. Apesar de tudo, ela não pensa em mudar. “Não estou dizendo que é necessário tirar um tempo de folga quando você fica maluco. Acredito que é necessário tirar um tempo para ser maluco”.

Essa afirmação é um pouco contraditória, já que no começo do mês ela afirmou para a MTV americana que desde o início tinha a intenção de chamar a atenção e dar ao público algo para falar a respeito. “Eu e Robin dizíamos o tempo todo: ‘Você sabe que nós estamos prestes a fazer história agora’”, disse a cantora durante a entrevista. Disse ainda que essas atitudes fazem parte da história da música pop. “Madonna fez isso, Britney fez isso. É isso que vocês estão procurando, vocês querem fazer história”.

O ocorrido acabou com o noivado dela com o ator Liam Hemsworth, que já foi visto aos beijos com a atriz mexicana Eiza Gonzalez, e deixou de seguir Miley no Twitter. “Liam realmente gosta de Miley, mas o novo visual dela e essa atitude de gueto não são exatamente coisas boas para ele. A apresentação dela no VMA o deixou horrorizado e ele não poderia estar mais envergonhado. Ele não vê nada sexy no que ela fez no palco”, disse uma fonte próxima ao ator.

Ou seja, a culpa de Miley ser assim não é de Hannah Montana, é dela própria, ela se deixou levar para esse lado. Quantas pessoas nascem em famílias pobres e precisam trabalhar muito cedo, quantas famílias perdem os pais e precisam crescer logo, quantas outras milhares de crianças não tiveram que amadurecer cedo, e quantas realmente ficam culpando sua infância, seu passado ou seu antigo emprego.

Para você não dizer que Miley pode estar louca, posso reproduzir o que disse também o pai dela, Billy Ray Cyrus, em 2011, em entrevista para a revista americana GQ: “Tudo está se destruindo e as pessoas só querem culpar a Miley por tudo. [A série] destruiu minha família… A droga do programa destruiu minha família. É tanta tristeza”. Quando perguntado se estava arrependido de tê-la deixado entrar no programa, ele respondeu: “Odeio dizer, mas sim, estou. Eu teria mudado tudo se pudesse. Para a minha família estar bem e todos estarem bem, seguros e parecerem felizes e normais. É, eu apagaria tudo isso em um segundo se pudesse”.

Com isso quero deixar uma mensagem para você, pare de culpar os outros, assuma sua responsabilidade, não seja covarde. A fama pode sim ajudar a corromper alguém, mas ela é apenas uma forma de ajudar, tudo é mais fácil durante a fama, mas quem decide ou não entrar no mau caminho é você. Pare, eu disse PARE de culpar os outros, tudo o que acontecesse na sua vida é culpa sua, exceto no caso do lugar e família onde nasceu e em alguns eventos extraordinários como alguns acidentes, mas alguns acidentes também são culpa sua. Se você não é famoso a culpa é sua, se não tem a garota ou garoto que quer a culpa é sua (pode ser que a culpa esteja na sua aparência, mas a culpa ainda é sua).

Veja a culpa por outro lado, afirme para si mesmo que você não é famoso por que não arriscou o suficiente, porque não conseguiu dinheiro para arriscar. Afirme que aquela garota não gosta do seu tipo, mas a culpa é sua de ter seu tipo, e a questão aqui não é mudar seu estilo, mas perceber que a culpa é sua e viver com isso. Se a dor da culpa te machucar muito procure um psicólogo, escreve sobre o que sente, corrija seus erros, ache um jeito de superar tudo, mas jamais pense que a culpa é dos outros.

A pressão é forte eu sei, mas é você quem decide mudar. Devo dizer que Miley Cyrus já foi minha cantora favorita, eu gostava daquela garotinha doce que fazia Hannah Montana, mas ela mudou, mudou por que, como ela disse há alguns anos, aquele não era o estilo dela, aquele tipo de música não a agradava. Também mudou sua atitude, e a partir disso foi que comecei a não mais gostar dela. Ainda aprovo sua música, mas não suas atitudes, e não a culpo. A culpa dela não ser mais meu ídolo é que eu não aceito o atual estilo dela, e a culpa é toda minha.

5 Comentários


    1. Jarbas,
      Acha que você está um pouco equivocado. A Miley pode ter um comportamento ruim, e ser até chata, mas talento para cantar ela tem, isso não se pode negar.

      Responder

    1. Willian,
      Se ele falou usou o gênero errado. Por que somos um blog, um blog, não uma blog. E eu também sou do sexo masculino, e sou um autor, um autor, não uma autora. E caso você acredita que ele falou de mim, saiba que não somos sócio nenhum do Ocioso, e se ele aceita nossos posts, o que acontece muitas vezes, é porque fazemos um bom trabalho, ou ao menos um trabalho polêmico, há muito tempo. Não consegui aparecer para o Ocioso simplesmente do dia para a noite.

      Responder

  1. eu tb adoro ela, mas caramba, desde que ela mudou assim não da mais gosto de vê-la é uma pena. Desde o album Can't be tamed ela ficou parecendo Lady Gaga, não gostei disso, não gosto da "lady".

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.