Conheça o curta "De Repente Malu", promessa para o Festival Osga de Vídeos Universitários

Tempo de leitura: 5 minutos

De Repente Malu
Cena do curta-metragem “De Repente Malu”, produzido para o Festival Osga de Vídeos Universitários

Mesmo que você não seja um aspirante a diretor ou a roteirista, não faça faculdade de Cinema, ou até mesmo não se considere um grande amante da sétima arte, provavelmente um dia já sonhou em produzir um filme no qual pudesse contar uma história maravilhosa, aliada a algumas de suas mais incríveis, profundas ou divertidas experiências pessoais.

Transformar o sonho cinematográfico de muitos estudantes em uma realidade ficcional palpável, com direito a telão, plateia, glórias e tudo o mais, é o que vem fazendo, desde 2005, o Festival Osga de Vídeos Universitários, cujo berço se deu no curso de Publicidade e Propaganda da Universidade da Amazônia (Unama), e hoje, institucionalizado, agrega também projetos de outras habilitações e universidades.

Sobre o Festival

O nome “Osga” é um trocadilho com a famosa premiação da Academia, o Oscar, e carrega já em sua alcunha a “identidade nortista” do Festival, pois esse é o termo comumente usado na região Norte para designar os famosos “briba”, “jacarezinho de parede”, “lagartixa de parede”, ou simplesmente “lagartixa”, para os mais íntimos. O Festival, que começou em 2005 como avaliação final de Computação Gráfica, hoje envolve grande parte dos estudantes da Unama e também de outras instituições, seja na produção dos curtas, documentários e animações, ou nas torcidas organizadas.

Neste ano de 2013, comemora-se a sua 10ª edição. A mostra acontecerá no dia 1 de junho, às 19h, no Cine Olympia, em Belém. Um dos projetos exibidos então será “De Repente Malu”, curta-metragem idealizado por um grupo de seis universitárias do 3º semestre do curso de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda da Unama.

Curta Malu

As dúvidas da protagonista que dá nome ao filme não nos soarão estranhas. Refletem, de maneira cativante, questões que roubam com irritante frequência o sono de garotos e garotas. Como conta Bruna Marcela – uma das criadoras do curta, e quem cordialmente nos concedeu uma entrevista -, a essência de Malu tem um pouco de cada uma das seis estudantes responsáveis pelo projeto, o que o aprofunda e, de certa forma, universaliza os dilemas da personagem principal.

Bruna nos adianta a sinopse: “Desde criança, Malu (interpretada por Amanda Moraes) sempre foi uma garota indecisa. Hoje, aos 22 anos, nada mudou. Para ela, aparentemente, é muito mais fácil ser assim. No entanto, essa indecisão ainda acarretará diversos problemas em seu relacionamento com as pessoas que a cercam.
Há dois anos, Malu conheceu Edu (Cecilio Leitão) e se apaixonou. Ela não encontrou uma ‘cara-metade’, mas sim, ao contrário, considera que talvez tenha achado o oposto mais feliz de sua vida! E para Edu, dentre todas as certezas, Malu é a sua maior e melhor escolha. Porém, como não poderia deixar de ser, a moça carrega ainda uma porção de dúvidas, e não parece estar tão certa quanto Edu sobre o relacionamento deles…

Hoje, Edu é ex-namorado de Malu, que finalmente percebe e sofre as consequências de sua indecisão. Por isso, ela agora corre atrás do tempo que perdeu e tenta corrigir todos os seus erros”.

A equipe de “De Repente Malu”, além dos atores Amanda Moraes (que coescreveu o roteiro) e Cecilio Leitão, é formada por Mylena Costa e Bárbara Blanco (responsáveis por produção e figurino), Luísa Moura (roteiro), Juliana Miranda (direção), e nossa entrevistada, Bruna Marcela (responsável pela direção de arte e edição).

Ainda de acordo com Bruna, o curta e a participação no festival têm aberto muitas portas: “Estamos aprendendo na prática o que é fazer um filme, e o trabalho é bem difícil, mas também prazeroso, principalmente porque nos encontramos entre amigas e nos entendemos muito bem! A gente meio que se completa”, brinca ela.

“O Osga está trazendo amadurecimento para todas nós”, continua. “Estamos nervosas e empolgadas com a proximidade do Festival. Queremos muito ver o nosso filme na telona e aguardamos as surpresas que já ouvimos que irão acontecer! Essa é a nossa primeira vez na mostra, e a expectativa de estreantes é muito grande… Mas estamos confiantes que a ‘Malu’ vai estar pronta para conseguir seu lugar no Festival”, arremata Bruna.

Parece bem interessante, não é mesmo? Não só as meninas que conceberam Malu estão ansiosas para ver o resultado deste projeto, mas o público também aguarda com grande expectativa. E, enquanto o dia da mostra não chega e o filme não aparece aqui pela internet (ele será disponibilizado futuramente no canal do curta-metragem no YouTube, para os apreciadores que não poderão estar em Belém no dia 1 de junho), vale dar uma conferida na página de nossa já querida Malu, no Facebook, onde se pode ver as fotos das gravações e muitas outras informações legais: http://www.facebook.com/curtamalu.

E, se você quiser também saber um pouco mais sobre a produção deste filme, já está disponível no canal um vídeo do making of e o diário de gravações: http://www.youtube.com/channel/UCvjAhD37sioyHdPCVhVy0AA

Produção De Repente Malu
Equipe que concebeu e produziu o curta: (acima, a partir da esq.) Amanda, Luisa, Juliana, (abaixo, a partir da esq.) Milena, Bárbara e Bruna.

4 Comentários


  1. Esse curta vai ser o maior sucesso, essas meninas estão fazendo um trabalho de qualidade com muito amor e união. Parabéns a equipe!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *