Homens acham mais atraente mulheres que sejam parecidas com eles

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Casal similar

Você já deve ter ouvido alguém falar a expressão “ela era eu de saia”, o que você não sabia é que homens acham essa versão feminina de si mesmo mais atraente do que outras mulheres.

E não sou eu quem diz. Essa afirmação é feita pelo instituto francês Institut des Sciences de l’Evolution de Montpellier, que pediu para que 100 homens analisassem imagens de mulheres e dissessem quais eles achavam mais atraentes.

A questão do estudo é que algumas das fotografias foram manipuladas digitalmente para tornar mulheres mais parecidas com os voluntários, e cada homem tinha o direito de escolher 4 mulheres. O resultado foi que em 37% dos casos a escolhida foi a moça que apresentava características do homem que estava sendo avaliado.

Tudo o que o estudo ressalva é válido, mas outras questões precisam ser analisadas. Primeiramente podemos achar nossa versão de saia mais atraente, mas nem sempre gostaríamos de passar o resto de nossas vidas do lado dela, é aquele velo ditado “é bonita, mas não pegaria”.

Outra coisa que já disse ao afirmar que os opostos não se atraem, é que o amor não é algo que faça sentido, portanto não conseguimos simplesmente definir uma pessoa para amar, apenas amamos e ponto, seja ela nosso “antônimo” ou nosso “sinônimo”.

Fonte do estudo: Revista Galileu

6 Comentários


  1. Queria saber de onde saem estes “estudos”… É um mais idiota que o outro, puta que o pariu!

    Responder

    1. Fabio,
      Também tento compreender porque pesquisadores fazem estudos desse tipo. E os piores são aqueles que eles tentam usar a ciência para explicar algo que poderia ser muito bem explicado pela lógica.

      Responder

    2. gringo que n tem o q fazer e fica inventando essas merdas, virou modinha la agora, invenções que progridem a humanidade ninguem inventa, todo mundo olha so para o próprio umbigo

      Responder

    3. Acho que virou moda agora as universidades e institutos de pesquisa (principalmente os europeus) fazerem estudos idiotas como esse. É praticamente toda semana um novo estudo sobre algum tema idiota. Acho que é falta do que fazer mesmo.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.