Se quiser um amor, estarei esperando na casa ao lado

Tempo de leitura: 2 minutos

Mulher independente

Faz tempo que não a vejo andando pelas ruas dessa cidade. Foi numa festa que tudo aconteceu, nos olhamos uma vez e pronto, foi o suficiente para que eu não a esquecesse para sempre.

Mas não nos tornamos nada, só uma lembrança de algo que poderia ter sido e não foi. Um algo qualquer, sem grande importância ainda. Então ela voltou, como um raio que insiste em cair sempre no mesmo lugar, como uma sombra que permanece ali ao lado.

Embora eu não seja nada para ela, ela também não significa tanto para mim, é apenas uma garota bonita que adoraria ter relações amoroso-afetivas-sexuais. Bonita não, que aquilo já passou de bonita há muito tempo, ela agora é gata, e gata da melhor raça, se você compreender que todos somos animais vivendo pela sobrevivência. Se você entender que todos nós estamos lutando para poder ter o melhor que pudermos, e definitivamente ela é uma das melhores opções.

Contudo, entretanto, todavia, tudo não passa de uma história típica de contos adolescentes. O garoto legal se apaixona por uma das meninas mais bonitas do colégio, a menina o rejeita. A diferença entre a minha realidade, e a ficção desses contos (ao menos alguns), é que de verdade a garota bonita nunca fica com o cara legal no final, pois ele não é interessante, e ela prefere viver uma vida mais intensa.

Daí que começo a pensar que se eu mudasse, se eu me tornasse um cara fodão, talvez ela olhasse para mim, e então caio em outro clichê da ficção, o nerd desprezado que depois volta como o cara mais sensacional da cidade. Enfim, são várias possibilidade, eu poderia me tornar rico, vestir roupas de marcas, ter um Aston Martin, e uma casa legal. Só não me tornaria uma babaca, porque deles esse mundo já está cheio.

E tudo isso não importaria, porque quando mulheres inteligentes crescem e viram adultas, tudo o que elas querem é uma cara legal, inteligente, que tenha carinho e goste muito delas, mas que também tenha boas condições financeiras ou tenha visão de futuro, que faça elas se divertirem, e que as leve a loucura na cama. Quando crescem, os babacas percebem que as mulheres são mais espertas que nós, se aproveitam dos babacas enquanto podem, e depois ficam com os legais.

Eu já cresci, estou me tornando o tipo de cara que sempre quis. Aguardo apenas que ela cresça um pouco e passe dessa fase de adolescente. E isso era só para dizer que no momento em que ela quiser um amor, mesmo que daqueles rápidos e proveitosos, estarei por aqui na casa ao lado. Só cuidado ao abrir a porta, pois você pode acabar encontrando outro alguém ao meu lado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.