Apple pretende desenvolver serviço de rádio online

Tempo de leitura: 2 minutos

iTunes Beatles

A empresa de mais de 600 bilhões de dólares pretende lançar um serviço de rádio online, assim como tantos outros que já existem.

O projeto ainda está no começo, já que a Apple está em contato com os donos de gravadoras para poder pensar exatamente no serviço. A notícia foi dada por três pessoas, que não quiseram se identificar, ao The Wall Street Journal.

O serviço provavelmente será um app pré-instalado nos produtos da Apple, como iPhone e iPad, e estará pronto para ser conectado a conta dos usuários no iTunes e poder identificar o gosto de cada pessoa.

Ao oferecer conteúdo de rádio online personalizada para cada usuário, o serviço da Apple já terá grandes concorrentes como Pandora, Spotify, iHeartRadio e Last.fm.

Porém esses serviços citados sofrem com as licenças limitadas, que dizem o que eles podem fazer com a música, como por exemplo, limitar o número de músicas tocadas de um mesmo artista em uma hora. E para maior liberdade com relação a isso, a Apple está lidando direto com as gravadoras.

Ainda não está claro se o serviço seria gratuito ou iria requerer uma assinatura. Porém está quase certo que o serviço irá ter anúncios, utilizando a plataforma iAd.

Especialistas estão se perguntado qual o motivo da Apple criar esse serviço. Já que o serviço parece muito pequeno, e dificilmente geraria mais de 1 bilhão de dólares por ano, de acordo com estimativas. Além de que outros serviços do mesmo tipo já estão disponíveis para dispositivos Apple.

“O que é isto para a Apple?”, perguntou Michael Pachter, um analista da Wedbush Securities. “Pandora já faz um grande trabalho, assim como iHeartRadio, assim como Last.fm. Por que nós precisamos de outro?”

A Apple já domina o ramo de músicas digitais com a iTunes, e ao que parece, com o percentual de acesso a internet móvel crescendo e as pessoas tendo acesso a serviços online de música, a ideia da Apple de querer vender músicas a cerca de 1 dólar pode estar se tornando antiquada.

O lançamento do serviço não parece próximo, já que a negociação com as gravadoras pode durar meses. Na quarta (12) a Apple apresenta o iPhone 5, e as pessoas que vazaram a notícia disseram ser improvável que a rádio faça parte da apresentação.

E você, o que acha do serviço de uma nova rádio online personalizada com os seus gostos musicais? Solte a sua opinião nos comentários.

Fonte: The New York Times

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.