A falta da educação num Brasil desenvolvido

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Educação: a base

O Brasil tem um forte crescimento econômico, já é uma das maiores potências do mundo. E isso se deve a um grande mercado consumidor interno, onde se importa mais do que se exporta, mas mesmo assim a balança comercial é favorável.

Apesar disso tudo, há uma falta de mão de obra interna, onde existem pessoas dispostas a trabalhar, mas sem uma qualificação.

E este é um problema antigo, desde a época do império, onde se pagava pouco por uma mão de obra escrava, que não tinha qualificação, e era explorada. E esse fato é agravado hoje pela falta de investimento das prefeituras na educação.

Esses dois fatores geram um descompromisso por parte do empregador, que quer trabalhadores baratos, e por parte do empregado, que não teve uma boa educação básica.

Esse problema é gerado a partir do primeiro ano do fundamental, principalmente nas escolas públicas, que não conseguem despertar o interesse do aluno. Isso no futuro vai gerar pessoas sem qualificação, que não terão como trabalhar no emprego do momento, simplesmente por não ter um diploma.

No quesito desenvolvimento econômico, o Brasil tem-se mostrado ser muito forte. Porém no quesito desenvolvimento educacional, o destaque não é o mesmo. É preciso melhorar, desde a educação básica. E aí sim conseguiremos ter um país plenamente desenvolvido.

3 Comentários


  1. Ideias confusas.
    Continue estudando, pesquisando novas fontes e formas de pensamento.
    Recomendo o estudo do mises.org.br!

    abs

    Responder

  2. De forma alguma, Henrique, foi tudo muito lógico.
    Aliás, ouso ressaltar que tudo foi lógico até de mais! Esperava que esse post fugisse de um artigo de redação. Meio sem sal. =(

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.