Sessão Nostalgia: Videocassete

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Videocassete

Quem não se lembra do videocassete, também conhecido por V-K7, é, realmente pouca gente. São poucos os que se lembram daquele aparelho eletrônico capaz de gravar e reproduzir imagens que eram registradas em fitas magnéticas, dando origem às fitas cassetes.

Antes do videocassete o pessoal usava o videoteipe, aquele aparelho que você via nos cinemas antigos.

Inicialmente as fitas videocassetes tiveram dois formatos, o Betamax e o VHS. O Betamax foi criado pela Sony e era exclusividade de algumas empresas. Já o VHS (Video Home System) foi criado pela JVC e pode ser usado por muitas empresas.

Mas na briga para escolher o melhor formato o VHS ganhou, acredite se quiser por causa da indústria pornográfica, devido a sua grande disponibilidade neste formato, refletindo uma tradição que mostra que a pornografia é também um combustível para a consolidação de novos formatos (a Internet é um exemplo óbvio disso).

O videocassete possibilitou muitas coisas, foi à primeira máquina a trazer o cinema para dentro de casa, pois antigamente só ricos poderiam ter um videoteipe.

Hoje não é possível encontrar mais um videocassete para ser vendido em lojas do Brasil, apesar de ainda encontrar fitas.

O V-K7 quase não é mais utilizado, mas foi uma grande transformação da humanidade. O videocassete é tão antigo que até o seu sucessor, o DVD, já está sendo substituído pela internet para baixar filmes e armazenar no computador ou em um HD externo.

A melhor parte do videocassete era rebobinar a fita, acho que não.

8 Comentários


  1. Eu tenho um videocassete em casa, só não funciona. Bons tempos eram aqueles de rebobinar a fita, principalmente quando era uma 17:40 e você tinha que entregar a fita na locadora antes das 18:00 ou pagava mais.

    Responder

  2. Lamentavel que o substituto do V-K7, o gravador de dvd, foi descontinuado por varias empresas tão rapidamente.
    Acabamos ficando sem o velho e bom video k7 e sem o gravador de dvd.
    Gravar filmes e programas da TV só pra quem tem uma TV LCD com Time Machine.

    Responder

  3. meu video cassete ainda está na sala ao lado do dvd e ainda funciona, guerreiro!

    Responder

  4. Ultimamente tenho 2 videos cassete um JVC e outro Philips, ainda os uso pois tenho uma filmadora VHS.
    O interessante é que os amigos sabendo que uso me ¨presenteiam¨ com muitas fitas VHS usadas as que eu aceito, porem muitas ja vem mofadas , mais algumas vem semi-novas a exemplo de um STAR WARS 133 mim.de bom filme.

    Responder

  5. Discordo apenas nisso aqui >> o DVD, já está sendo substituído pela internet para baixar filmes e armazenar no computador ou em um HD externo.<< O DVD nunca foi substituído pela internet nem estava sendo,ele agora esta sendo substituído pelo Blu-ray,sem falar que colecionadores de filmes preferem a mídia física com os "brindes" que vem nela,ao baixar o filme vc tem apenas o filme e muitas vezes com imagem inferior a uma mídia original.
    O modo de ver filmes grátis não substituirá as mídias,pois quem as compra sabe que comprando tem muito mais material do que apenas o filme. Sem falar que ate hj artistas batem Records de venda em 1 CD,existi sites de colecionadores de dvds e são muitos e agora temos o Bluray.com que é noticias sobre Blu-ray's que estão lançamento,top 10, promoções e etc…

    Responder

    1. Gleiton Teixeira,
      Agora esse mercado está funcionando, mas é provável que ele mude daqui a alguns anos, e seja substituído pela mídia digital. Hoje em dia temos sites como o Netflix em que se paga um valor para assistir quantos filmes quiser durante o mês, ou por exemplos os aluguéis de filmes online, onde você paga um valor, baixa o filme pela internet, e tem alguns dias para assistir ao filme antes que ele auto se destrua. Sempre existirão colecionadores de DVD, assim como acontece hoje com os colecionadores de vinil.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.