Crônicas

Virgindade, leilão, ser convidada para desfilar e dar entrevistas. Qual o próximo passo? Ser atriz?

Virgindade, leilão, ser convidada para desfilar e dar entrevistas. Qual o próximo passo? Ser atriz?

2 minutos A mídia se alimenta de assuntos variados, e algumas vezes (quase sempre) tentam enfiar pela sua garganta qualquer assunto visando à obtenção de audiência. Recentemente um assunto não saiu dos jornais, TVs e internet. E eu, um pobre mortal, me recusei ao máximo a gastar palavras e vocabulário com tal assunto. O assunto em questão era: Catarinense está leiloando a virgindade. A mídia caiu “matando”, gerando a desaprovação de uns e o apoio de outros. E até então o assunto não me Continue lendo

Uma questão que muito nos interessa: Dinheiro

Uma questão que muito nos interessa: Dinheiro

menos de 1 minuto Sociedade capitalista regada pelo consumismo. Nesse sentido podemos vivenciar o crescimento absurdo de situações forjadas para obter o tão esperado e visado crescimento financeiro. Mas até que ponto isso deve ser vivenciado dessa forma, é benéfico para o crescimento de uma nação? O fator crescimento é de suma importância, não da forma que “os grandes” ditam as regras. O crescimento financeiro se sobrepõe a economia; dessa forma os parâmetros seguros para o desenvolvimento da economia de forma sustentada se prejudicam, Continue lendo

Ser o primeiro filho (a)… eis a questão?

Ser o primeiro filho (a)… eis a questão?

menos de 1 minuto Existe uma enorme valorização por parte de quase todos em dar ênfase a sua primeira vez, e algumas vezes é uma informação que nem é importante para nós (os outros). As pessoas se apresentam tão animadas e balbuciam, por exemplo: Foi a primeira vez que eu viajei de avião… E então se percebe um brilho ingênuo que por sinal é algo bonitinho, considerando que ingenuidade é algo raríssimo nos dias de hoje, só que essa informação é nova apenas para Continue lendo

A necessidade e a inversão de valores

A necessidade e a inversão de valores

2 minutos Uma sociedade é originalmente um espaço onde as pessoas interagem, se comunicam, ou pelo menos deveriam fazer isso, já que o social e o individual trazem perspectivas distintas. O que consideramos como necessidade? E dentro dessa questão, o que tem valor? O que você não consegue viver sem? Alguns diriam: Não consigo viver sem internet, concordo, apesar de argumentar que historicamente a internet é muito recente, e muitas outras sociedades viveram sem, e conseguiram se organizar socialmente, politicamente e economicamente, e a Continue lendo

Será que dá tempo?

Será que dá tempo?

menos de 1 minuto Em meio ao trabalho, lazer (será que ainda é possível?) e a hora do almoço paramos e pensamos sobre algumas coisas. Quanta velocidade, somos bombardeados com tanta informação que se torna extremamente difícil processá-las, sim eu compreendo que você leu, mas, a leitura levou você a uma análise? Ao pensar? Não deu tempo né? Nem sempre dá… A culpa é do tempo? O Pregador Luo, expressou sua opinião em uma de suas músicas: “O tempo é rei, e não espera Continue lendo

Pensar? No momento isso é desnecessário

Pensar? No momento isso é desnecessário

menos de 1 minuto Outro dia ouvi uma conversa enquanto caminhava, e a palavra pensar ecoou de uma maneira tão ampla. Não tenho escutado muito esse tipo de palavra, está ficando em desuso, tanto a palavra quanto a prática. Escutei as seguintes palavras: Gosto de um bom papo, gosto de conversar com pessoas que pensam! Por um momento me desconectei, as palavras me atingiram de uma maneira tão certeira que me senti atônito. Pensar não deveria ser natural? Deveria ser como respirar, não ouço Continue lendo

Escritores Frustrados: Quando o acolhimento pelo sistema literário não vem

Escritores Frustrados: Quando o acolhimento pelo sistema literário não vem

menos de 1 minuto Autores fracassados, uni-vos! Ser acolhido pelo sistema literário é o ponto primordial da aceitação e consagração de um escritor como tal. Está entranhada nos paradigmas da literatura, sabe-se lá desde quando, a premissa de que um escritor só existe se for publicado, lido, e conhecido, nem que seja por subgrupos ou segmentos menos influentes da sociedade. Assim, é necessário saber como se esquematiza o tal “sistema literário”, está entidade muitas vezes tão cruel. A relação se expressa da seguinte forma: Continue lendo

O dia em que a energia e o dinheiro acabaram!

menos de 1 minuto A família Fahid, que morava na pequena cidade de Steq nas Ilhas Maldivas, era uma família que pode se dizer que era “riquinha”, lá todo mundo tinha computador, celular, e outros artigos tecnológicos. Mas no dia 26 de Dezembro de 2004, um tsunami e um terremoto atingiram o país, destruindo várias casas e deixando essa família sem comunicação. A maior atividade econômica das Maldivas era a pesca, e esse pessoal vivia disso, porém não era eles quem pescavam, afinal eles Continue lendo