Aceitando os defeitos que você não sabe que tem

Tempo de leitura: 2 minutos

Muitas vezes achamos que somos uma boa pessoa, que fazemos as coisas tudo da maneira correta.

Temos a visão de que somos uma pessoa incrível e fazemos o bem para aqueles que estão ao nosso redor.

E não há problema algum em ter essa visão.

O problema mesmo é quando para as outras pessoas nós não somos assim.

Aqueles que estão ao nosso redor muitas vezes tem uma visão diferente de quem somos, algumas vezes somos chatos, arrogantes ou coisas do tipo.

E você fica até se sentindo estranho com isso, porque para si mesmo você parece uma pessoa legal, na sua visão você não é nenhum monstro que machuca as pessoas.

Mas e se a sua visão de si mesmo estiver errada, e você não for essa pessoa tão boa assim?

Não tem nada a ver com se preocupar com a opinião dos outros, aliás, até tem, porque você pode até negar, mas precisa de outras pessoas para viver.

Seja do padeiro que faz o pão, da empresa que disponibiliza sua conexão com a internet, ou do gerente do seu banco. Quer queira ou não, nós precisamos dos outros.

Só que há um grande problema quando esses outros nos veem de uma forma que a gente não quer ser.

Eu sei que você não quer ser um monstro, nem machucar as pessoas que estão ao seu lado.

Mas quando todo mundo começa a falar de um defeito que nem você sabia que tinha, é hora de parar de dizer que eles estão errados e olhar para si mesmo.

Todos nós provavelmente teremos que aceitar um defeito que não queríamos ter, eu também tenho um defeito que nem sabia que tinha, mas eu sem querer acabo machucando as pessoas que estão próximas a mim, mas nunca é minha intenção, eu não queria ser assim.

Tanto eu como você precisamos olhar para nós mesmos e ver em que ponto estamos errando.

Sei que talvez muitas das suas atitudes você ache normal, mas para os outros não tem nada de normal.

A partir disso você tem duas opções.

Não fazer nada e falar que a opinião dos outros não importa para você, que é autossuficiente e não precisa de ninguém. Ou pode olhar diretamente para suas atitudes e tentar entender em que ponto você está errando com as pessoas.

Não digo que isso é um processo fácil, mas uma coisa que tenho feito é simplesmente conversar com as pessoas que afetei, pedir desculpa, e perguntar exatamente o que fiz de errado.

Nesse momento você vai precisar estar preparado para não ouvir coisas boas, e nem reagir reclamando.

Aceite seu defeito, você não se torna uma pessoa mais fraca por causa disso, pelo contrário, as pessoas mais fortes são exatamente aquelas que conhecem seus defeitos e sabem lidar com eles.

Depois de conhecer em que está errando, é só partir para um outro processo para tentar mudar ou ao menos melhorar isso.

É uma longa caminhada, mas quanto mais andamos, melhores ficamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *