Admita seus erros

Tempo de leitura: 3 minutos

Erros

Todos nós em algum momento de nossas vidas já tivemos o desprazer de cometer erros. Seja porque não planejamos corretamente, ou mesmo porque algo novo apareceu pelo caminho. No fim das contas todos erramos, e não a nada de anormal nisso, não somos seres perfeitos que precisam e que vão acertar sempre.

Na verdade somos seres cheios de defeitos, e é isso o que nos torna tão especial. Podemos errar na prova da escola/faculdade, ou mesmo errar nos nossos relacionamentos. Isso é comum, e não ache que é uma coisa que só você faz. Uma coisa importante a se lembrar é que só erra quem um dia tenta acertar. Quem não tenta não erra, mas também nunca terá a chance de saber que podia ter acertado.

Aprenda que errar irá acontecer, seja lá o que for. Deixe de ser bobo e reclamar, e tente aprender com o seu erro, tenta entender o que realmente aconteceu, ou o que não aconteceu. Mas mesmo antes de entender o erro é importante que você o admita. Isso mesmo, admita que você errou, e sim, sei que nesse momento você deve ter se recordado de um erro que você cometeu há pouco tempo. Então é hora de dizer pra si mesmo, vem comigo, vamos juntos, “Eu errei ao (preencha esse espaço com seu erro)”.

Palmas pra você, muito bem. 🙂 Você admitiu seu erro, assim como muitas pessoas inteligentes que sabem que o erro é algo comum. Óbvio que ninguém quer errar, mas é no erro que temos as maiores lições. No erro aprendemos uma forma de não fazer a coisa, nos tornamos melhores porque sabemos algo que não funciona. Em algumas culturas o erro é tratado como algo bom, desde que você tenha cometido erros diferentes. No Brasil o erro é inadmissível, não podemos errar na prova da escola, não podemos errar diante de nossos pais, e não podemos errar na escolha de nossas vidas.

Sei que talvez você pense assim, mas quero que aprenda que o erro é importante, e que se você não admite que errou, um pequeno erro pode se tornar algo muito maior do que você pensa. É tipo aquele clichê da bola de neve. Imagina que você não tem dinheiro pra pagar a fatura do cartão, por não querer admitir o erro e, nesse caso, pedir ajuda, você deixa sem pagar a conta. Dentro de alguns meses a divida que podia ser de R$ 200, já está na casa dos milhares.

Com o erro acontece a mesma coisa. Cada erro não admitido é como uma fatura do cartão de crédito não paga. Isso só cresce, até te destruir por dentro. Então, pessoa legal que está do outro lado dessa tela. Comece a admitir seus erros e a compreender que eles vão acontecer. Mas calma, não precisa postar todos os seus erros no Facebook para que todos saibam. Basta que você admita para si mesmo, e para as pessoas que estão sendo afetadas por causa desse erro.

Você vai descobrir como é boa a libertação dos nossos erros, e a grande alegria que é sempre admitir os erros e usa-los como ferramenta de aprendizado. Tá bem?

Até a próxima, e me conta aqui nos comentários como você lida com os seus erros. Você admite, não admite, ou faz o que com eles? Conta aqui em baixo que eu vou ler. 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.