A aranha e o doping: crônicas de alguém que às vezes assiste a lutas do UFC

Tempo de leitura: 2 minutos

Anderson Silva

Existem algumas coisas que podem nos nocautear, quando você se torna um lutador então, preocupa-se muito mais com essa questão. Entretanto, essa noção de lutador apresenta-se como subjetiva, pois como dizia meu avô: nosso maior adversário é a vida. Portanto, seríamos todos lutadores? Mas cada um luta em sua arena.

Entretanto, a luta em questão, que funciona como eixo para esse artigo ocorreu na arena mais famosa do mundo: o UFC. De um lado um brasileiro, o amigo da vizinhança, conhecido como Anderson “Spider” Silva, e do outro um adversário, pouco conhecido pelos telespectadores (um tal de Nick Diaz), que foi transformado em oponente. A luta foi dura, sim, pois a vida também é. Depois de meses de recuperação Anderson Spider estava de volta arrastando o Brasil e o mundo ao ringue. Dias antes da luta era possível ouvir nas ruas:

Quem vai vencer?

Anderson Silva está preparado?

E a questão que mais me intrigou: Ele precisa mesmo lutar?

Bem, a luta aconteceu. Depois de alguns rounds Anderson Spider tinha vencido. Era o que apresentava a propaganda que a Budweiser estampou durante o período anterior a luta, que deixava bem clara a seguinte ideia: A aranha voltou, nenhuma chuva forte vai derrubá-la. Mas, parece que choveu granizo, e a imagem do Spider poderá sofrer com a tempestade.

O trovão esbravejou a notícia: Anderson Spider Silva pego no doping. Apesar da luta já ter acabado o golpe acertou fundo os fãs, os brasileiros e talvez o Anderson Silva.

Teria a aranha ficado presa em sua própria teia?

Esperamos que não. Afinal, precisamos de ícones que apresentem nosso país como honesto, íntegro. Imagem que a política não consegue mais sustentar.

Uma aranha, como era conhecido. Talvez depois desse acontecimento Anderson Silva poderá se reinventar, e como a Marvel fez, se tornar o Espetacular Homem Aranha. Mas às vezes a vida não se parece muito com as histórias em quadrinhos. Esperamos que seu destino não seja como o de Tobey Maguire (Ator que interpretou Homem Aranha 1, 2 e 3), não queremos que Anderson Silva deixe de ser o Homem Aranha.

Bem, estamos na torcida. Seria muito bom se a Aranha mais conhecida do Brasil fosse transformada em uma lenda e não em um vilão.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.