Uma história de amor

Tempo de leitura: 2 minutos

Amor no céu

Depois de percorrer minha jornada solitária sem nunca ter provado o que realmente era o amor, eu, no auge dos 21 anos, havia desistido de encontrar o meu príncipe. Mas estava enganada.

Dia 26 de maio seria um dia comum, se não fosse à minha ida num culto de jovens da minha igreja em Campinas. Depois do culto, fui com uns amigos em uma pizzaria e conheci alguns jovens de Osasco. A amizade foi imediata, fiquei super amiga de Allan e Filipe, conheci também um tal de Rafael, mas ele nem me deu bola. Ao se despedir para ir embora, Rafael, tímido e corajoso ao mesmo tempo me disse:

– Você pode me passar teu Facebook?

Eu achei engraçado demais, ele deveria pedir o número do meu celular e não o meu Facebook.

No decorrer da semana, mantive contato com Allan e Filipe e os avisei que eu iria pra São Paulo com alguns amigos, e foi então que combinamos de nos encontramos numa pizzaria. Enfim, nos encontramos, e o Rafael estava presente, quieto, tímido e com uma baita dor de cabeça.

Na semana seguinte, recebi uma ligação, meus novos amigos de Osasco estavam vindo para Campinas novamente e depois, iríamos nos encontrar na casa de um amigo. E assim foi. Casa cheia, amigos de todo lugar do Brasil, e volta e meia eu era surpreendida com olhares de Rafael. Eu não perdi a oportunidade e elogiei o cabelo dele:

– Rafa, acho seu cabelo super legal.

E ele ficou todo sorridente.

Ao me despedir para ir embora, fui pega de surpresa ao receber um caloroso abraço de Rafael, foi aí então que fui perceber que havia algum sentimento escondido dentro de nós.

No dia seguinte recebi uma mensagem no meu face escrita: SAUDADES. Era Rafael, um pouco tímido, mas ao mesmo tempo com muita vontade de se aproximar de mim. Foi aí então que passei o número do meu celular pra ele. Atrevida, confesso, mas foi a melhor coisa que me aconteceu. Durante a semana nos falávamos muito, e mensagens chegavam a todo instante. Era algo forte e bonito.

No final de semana seguinte, convidei meus amigos de Osasco para virem em casa num domingo à tarde, e Rafael estava incluído no convite. Foi um dia mágico e mal conseguia olhar para Rafael.

Na segunda-feira fui surpreendida com uma ligação, era Rafael falando que gostaria de vir até minha cidade. 120 Kms e muita expectativa.

Encontramo-nos às 19 horas na frente da minha faculdade. A ansiedade tomava conta do meu coração. Camiseta da Hollister, bolsa da Tommy e sapato do Jorge Bischoff, afinal eu precisava estar linda.

Eu não sei explicar o que aconteceu naquele dia, foi tudo mágico. A lua brilhava, as estrelas iluminavam o céu e então fui surpreendida com um pedido de namoro. Exatamente no dia 25 de junho de 2012. Naquele dia se deu início uma linda história de amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.