O que é uma crítica construtiva?

Tempo de leitura: 3 minutos

Criticando

Qualquer pessoa que faça qualquer coisa pode vir a receber críticas. A crítica nada mais é do que quando alguém dá uma opinião sobre algo, o que ele achou daquele serviço/pessoa.

As críticas podem ser divididas em três tipos: positiva, negativa e construtiva. As positiva mostra aquilo que tem de boa naquela coisa, mostra os pontos fortes e as boas práticas. A crítica negativa é quando alguém não gosta daquilo e mostra apenas os pontos negativos. Nesse tipo de crítica é muito fácil que alguém se exalte e só fale mal da coisa.

Porém dentro das críticas positivas e negativas existe ainda outra. Esse é meu tipo preferido, pois não é uma crítica vazia como “gostei disso”, “não gostei disso”. A crítica construtiva requer mais tempo para ser elaborada, e por isso é muito melhor para quem recebe.

O problema é que nem todo mundo sabe fazer uma crítica construtiva. Dias desse mesmo recebi uma crítica de um cara dizendo que só queria-me ajudar, mas a crítica dizia que eu escrevia muito mal e deveria fazer outra coisa. Onde é que está a construção dentro disso? Como é que posso melhorar diante desse tipo de crítica?

Por isso resolvi contar a você o que exatamente é uma crítica construtiva e como fazer ela da forma correta. Para começar pegue lápis, papel e tesoura sem ponta, que vamos adentrar no mundo das críticas construtivas.

Primeiramente o que é uma crítica construtiva? Vamos lá, imagine que quero escrever bem, e que esse escrever bem representa uma casa pronta. Durante os anos vou construindo essa casa, tijolo por tijolo. Numa crítica negativa simplesmente alguém iria quebrar um tijolo e dizer que estava mal feito, já na construtiva ele diria que o tijolo não está corretamente alinhado, mostraria a posição correta, e calmamente quebraria o tijolo.

Imagine agora uma crítica positiva. Seria alguém dizer para outra pessoa que ela desenha bem, mas essa pessoa que desenha bem não sabe por que ela desenha bem. A crítica construtiva seria dizer que ela desenha bem porque foca bastante nas expressões do rosto das pessoas, e faz um desenho baseado nisso.

A crítica é dizer que algo é bom ou ruim, e dizer o que é bom ou ruim. A construtiva, além disso, explica porque é bom ou ruim, e ser for ruim como é possível melhorar. Uma crítica positiva ou negativa seria o “o quê?”, e a construtiva seria o “por quê?” e o “como melhorar”.

Para se criar uma crítica construtiva é necessário analisar a coisa profundamente, porque você vai acabar dando uma opinião sincera e que ajude a outra pessoa a evoluir. Do ponto de vista de quem recebe a crítica, é muito melhor receber uma construtiva, pois ele não só vai saber o que faz, mas porque faz e como pode melhorar para que ninguém mais o critique por isso.

Com o tempo eu decidi fazer apenas críticas construtivas, é que elas são mais elaboradas e trazem uma resposta mais completa do que dizer “está bom” ou “está ruim”. Mas é claro que há momentos e situações que é muito mais fácil responder está bom ou está ruim, do que explicar a outra pessoa o “porquê”. Já que a outra parte importante da crítica construtiva é que a pessoa que a recebe aceite de coração.

Para saber como fazer uma boa crítica leia esse texto do Papo de Homem. Então, vamos fazer mais críticas construtivas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.