Os Simpsons e a filosofia

Tempo de leitura: 2 minutos

Os Simpsons e a filosofia

O desenho Os Simpsons fazem parte do que compreendemos como cultura pop. O nome não é apenas associado a diversão infantil, tornou-se uma marca ligada a diferentes seguimentos que são consumidos dia após dia. A observação destes fatos levou estudiosos da mídia a seguinte indagação: Quantos filósofos são necessários para se compreender Os Simpsons? Essa dúvida gerou uma reunião de filósofos contemporâneos e resultou em um manuscrito sobre a família amarelada mais conhecida do planeta.

O livro “Os Simpsons e a filosofia” aborda pensamentos de grandes filósofos como Platão, Confúcio e Kant e apresenta a aplicação de suas ideias na rotina dos personagens de Springfield. A leitura nos leva a uma noção mais palpável da necessidade da prática filosófica em nossa sociedade.

Filosófos e os Simpsons

Dentro de todo este contexto alguns questionam sobre a possibilidade de escrever ensaios filosóficos sobre a cultura popular. Ao refletir sobre essa questão a obra nos ensina que Sófocles e Shakespeare também eram cultura popular em sua época, e ninguém os questiona.

O livro é cheio de citações dos episódios que são confrontadas com reflexões filosóficas como, por exemplo, a de Homer Simpson ao dizer:

“Não sei viver uma vida simples como você. Eu quero tudo…” (Episódio: Lisa’s Rival)

Que é diretamente contrastado com o pensamento de Aristóteles: “Os homens, por mais que olhem, não veem o que é o bem-estar, o que é bom na vida”.

O livro é um ótimo exemplar para os que se dizem fãs dos Simpsons, e também, para os que se interessam por filosofia. Entre os capítulos do livro que mais chama atenção estão os seguintes:

  • Capítulo 2: Lisa e o anti-intelectualismo americano
  • Capítulo 3: A importância de Maggie: Sons do silêncio, leste e oeste
  • Capítulo 10: O mundo moral da família Simpson: Uma perspectiva Kantiana
  • Capítulo 18: O que Bart chama de pensamento

O livro tem um preço bastante acessível, é possível encontrar por uns 35 reais. A obra é uma coletânea dos autores: Willian Irwin, Mark T. Conard e Acon J. Skoble e, foi lançado em português pela editora Madras que também possui os títulos: “Super Heróis e a Filosofia” e “Avatar e a Psicologia”.

Espero que apreciem a sugestão de leitura e embarquem neste universo simpsoniano da filosofia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *