Amor, fama e um sábado à noite

Tempo de leitura: 2 minutos

Amor e paixão são sempre duas questões muito difíceis de serem contadas. Porque quase sempre são histórias difíceis, com pessoas pensando de maneiras diferentes e mesmo assim tentando ficar juntas. O amor, por mais clichê que seja, é uma rosa com espinhos. Que apesar dos espinhos trás também o doce cheiro da flor.

Dentre esses amores temos um que é ainda mais complicado, que são os amores adolescentes. Quando somos adolescentes pensamos que podemos tudo, até salvar o mundo, e a verdade é que podemos, só não exatamente da forma como pensamos. Enquanto adolescentes esquecemo-nos de alguns detalhes essenciais, e que quando estivermos velhinhos, são esses esquecimentos que teremos orgulho de contar para os nossos netos. São os problemas, as dores de cabeça e as superações que contam. São histórias como a do livro Sábado à Noite que teremos orgulho de contar.

Sábado à Noite 2

Sábado à Noite é uma trilogia criada pela escritora brasileira Babi Dewet, e conta a história de um grupo de jovens que foi se tornando muito amigo durante os anos de colégio. Até o momento a trilogia já tem dois livros publicados. O primeiro nós já falamos por aqui, o segundo acabei de ler e vou contar um pouco do que encontrei por lá.

O livro dois (Sábado à Noite: dos bailes para a fama) começa de onde o primeiro havia terminado, mostrando o que havia acontecido depois daquela terrível cena em que ele acabou. A partir disso a história decorre, mostrando como um simples acontecimento pode mudar toda a vida de muita gente. Amanda agora não é a garota mais popular do colégio, ela é na verdade a mais odiada, e até seus amigos a abandonaram. Mas a volta de Daniel, a amizade entre ela e Kevin, as partidas de paintball e um festival de música irão mudar tudo.

Nesse segundo livro percebi que ele foi bem mais descritivo do que o primeiro. As descrições são mais exatas e mais bem elaboradas, fazendo com que o leitor possa imaginar melhor a situação, e tenha uma visão mais clara do que Babi estava pensando quando escreveu.

Na primeira parte dessa trilogia eu havia-me identificado mais com a Amanda, mas no decorrer dessa segunda história percebi que talvez eu tenha mais a ver com o Daniel. Percebi também uma imaturidade em alguns dos personagens, o que é completamente normal nessa idade. Dessa forma passei a achar Daniel e Amanda dois bobões.

Mas isso não foi suficiente para me fazer desistir de acompanhar a trilogia. Falar nisso tome cuidado ao ler esse livro, principalmente o final. Há grandes chances de você ficar com muita raiva da forma como a história acabou, e querer que o terceiro livro saia logo.

– Compre o livro aqui na Saraiva ou na Americanas.

Enfim, Sábado à Noite é um livro para todos aqueles que adoram ouvir uma boa história dos romances adolescentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.