Refrigerante e água podem te matar. Suas atitudes também

Tempo de leitura: 2 minutos

Água, refrigerante ou suco

Dois estudos recentes disseram que existem mais duas maneiras de você morrer. Um diz que beber muito refrigerante pode te matar mais cedo, pois devido ao açúcar adicionado artificialmente ao refri, a chance de você sofrer de um infarto é muito maior. O outro diz que beber muita água também mata, já que seu corpo tem um limite de água a comportar, e caso esse limite passe, suas células são deterioradas.

Tá, legal! Refrigerante e água podem matar, mas será mesmo que a culpa é realmente dos alimentos, ou a culpa na verdade são das suas atitudes? Quantas pessoas não morrem com outros problemas, e culpamos o cigarro, o álcool, a imprudência, e até o carro não ter freio ABS. Mas será que na verdade a culpa não é das nossas atitudes?

É obvio que existem doenças que nos pegam de repente, alguns tipos de câncer, e outros problemas que acontecem naturalmente. Mas uma boa parte dos acidentes e problemas relacionados a morte e ferimentos que nos acontecem, estão diretamente ligados as nossas atitudes.

Também não sou a pessoa mais certa do mundo, nesse momento estou sentado erroneamente na cadeira do computador, mas a diferença é que assumo minha culpa, e sei que se continuar assim, no futuro certamente terei problemas. Então a dica é perceber que muitas das vezes o problema está na forma que agimos. Seja bebendo muita água, ou consumindo refrigerante todos os dias. Eu poderia reclamar da cadeira, mas não.

Cabe a nós, agora que sabemos que a culpa não é da Coca-Cola, assumir as rédeas da nossa vida e mudar nossos hábitos. Ou então continuar com nossos hábitos, mas assumirmos nossa culpa caso venha acontecer algum problema no futuro. Cabe a nós, e somente a nós, tomar a decisão de mudar. Nenhum psicólogo, psiquiatra, ou psicopata, consegue fazer você mudar suas atitudes. Quer dizer, talvez um psicopata consiga, mas de outra forma.

Esse texto todo é só pra dizer que o problema é seu, por isso, se quer morrer mais tarde, mude suas atitudes. Não só de consumo, mas olhar para os lados ao atravessar a rua, usar cinto de segurança, e etc. A morte vai chegar, mas não podemos ficar parado esperando por ela, e nem podemos facilitar o trabalho dela.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *