O namoro acabou, mas ela continua gostosa

Tempo de leitura: 2 minutos

Olhando para a ex

Para mim é um pouco difícil dizer essas palavras, mesmo já fazendo um tempo que terminei com a minha ex-namorada. Ela me viu aos beijos com uma amiga, e terminou tudo. Eu não queria terminar, mas ela não suportava o fato de ter a traído, principalmente porque tínhamos prometido sinceridade um ao outro, mas ela se foi.

Alguns meses se passaram e consegui supera-la. Beijei outras bocas e sai com outras garotas. Fiquei com outras mulheres e até namorei uma ruiva com sardinhas no rosto, mas a gente terminou porque ela me viu com outra garota, que nem era amiga dela.

Mas esses dias vi a minha ex, e nossa, ela estava linda com aquela blusa de alcinha branca. E caramba, dei uma bela olhada no corpo dela, e parecia que algumas coisas tinham crescido desde que nos separamos. Acredito que ela deva ter entrado na academia, porque aquelas coxas eram coisa de outro mundo.

Ao encontrar ela novamente nos cumprimentamos com um oi murcho, mas antes de chegar mais próximo dela, ela olhou para mim com uma cara de safada e esnobou, querendo demonstrar o que perdi e que agora não terei mais. Ao chegar em casa tive necessidade de olhar as fotos dela no Facebook, e sim, ela estava muito gostosa. Nesse momento me arrependi de ter pegado a amiga dela, mas é que essa amiga também era muito linda, e ficava dando mole para mim, e simplesmente eu quis aquilo. Não existe essa de instinto animal, eu queria pegar a amiga sim, mas não queria perder minha namorada.

Às vezes penso que não nasci para viver nesse mundo, gosto de várias garotas ao mesmo tempo e quero fazer todas felizes. Quero dar um pouco de mim, acariciar seus corpos e sentir seus perfumes e sabores num beijo delicioso. É por isso que meu mais longo namoro foi com essa garota que agora está gostosa. Fiquei oito meses namorando com ela, e isso só aconteceu porque ela nunca descobriu que peguei outras garotas desde a nossa segunda semana de namoro.

Acho que devo desistir desse tal de namoro, e passar a somente ficar com garotas, sem compromisso. Será que há algo de errado em mim para não conseguir querer apenas uma garota, ou será que é só uma característica minha?

Não sei. O que sei é que quero pegar minha ex novamente, porque ela está gostosa pra caramba e isso eu não posso mudar.

Obs.: Esse texto é uma obra de ficção, qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

28 Comentários


  1. Oxe… Quem foi que escreveu esse post? Luciano? É você? Cadê aquele cara romântico que ama uma só mulher e não consegue tira-la da cabeça? O cara que (es)tava esperando a princesa encantada?

    Que nada, macho é tudo macho. O homem pode até parecer romântico, mas no fundo ele é homem.

    Rsrsrs, bateu o arrependimento de ter deixado a gostosa escapar (com todo respeito). Ah, manda o Facebook dela.

    Responder

    1. Yure,
      Kkkkkk. Sim, fui eu, mas isso é só uma obra de ficção, qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência. Esse post é só para dizer três coisas. Um, é perfeitamente possível se apaixonar pela ex, sem que haja algum problema nisso. Segundo, pode acontecer de você acabar se apaixonando pela amiga da namorada, e não é uma coisa que podemos evitar que aconteça. E três, existem outras formas de amor, não é mais somente um homem e uma mulher, podem existir muitas outras configurações, pessoas do mesmo sexo e até o poliamor. A personagem da crônica é só uma cara que ainda acha que viver de outras formas é errado. Não existe só papai e mamãe, existem milhares de outras configurações possíveis.

      Responder

  2. adorei o texto :D, ficou muito bom, parabéns 😀
    ps: a minha ex segundo fontes esta gordinha …sorte kkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

  3. Seguinte meu…
    O que tu quer todo mundo também quer, até as mulheres…
    Ter uma fixa, mas as vezes pegando umas aqui e ali. O homem sempre foi e será um eterno galinha.
    Acontece que hoje em dia as mulheres não são mais bobas e não ficam mais desesperadas caso venha a perder um namorado, pq tudo agora é muito dinâmico e rápido. A famosa frase;” A fila anda”, está cada vez mais atual. E vc marcou bobeira e se deu mal. Pq a sua ex não te quer mais e daqui uns dias já estará nas mãos de outro, e se esse outro não for igual a vc e der o devido valor que ela merece, ai é que tu sofrerá mesmo… É como aquele velho ditado; ” Só se dá valor quando se perde.”
    Sugiro repensar e definir o que quer realmente nesse lado sentimental, ou vai ficar dando um de Don Ruan a vida toda ?
    Lembre-se, quem muito escolhe acaba sendo escolhido…
    E te digo mais, antes eu também era como vc… Hoje aprendi (na marra) que um homem de verdade não é o que conquista várias mulheres, mas o que conquista a mesma mulher todos os dias.
    Abraços

    Responder

  4. Burro,se fudeu,coisa de muleque,se namora n traí,por isso que a melhor coisa é o casul,vcs combinam,não se queima com a mulher,e qnd vcs qiserem vc se veem,sem compromisso,apenas afinidade MEU JOVEM 😉

    Responder

  5. Moral da história: você é um filho da puta traidor que não consegue ser fiel.

    Responder

    1. Alcir da Lopes,
      O texto é uma crônica, qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência. Sim, de um ponto de vista a personagem é um filho da puta traidor. Mas de outro ponto ele é alguém que não consegue pertencer a uma uma única pessoa, alguém que vê uma relação de uma forma diferente. Depende de onde se olha.

      Responder

      1. querido vc é galinha sendo obra de ficção ou nao, dizer que existem “varias” formas de “Amar” é historinha pra boi dormir, vc sente desejo, tesão pelas mulhers,, amar é muito mais profundo,,mas quem sabe um dia vc cresce e se torna adulto? ou nao?? a sim,,isto é uma obra de ficção.

        Responder

        1. Bel,
          Ficção, termo usado para designar uma narrativa imaginária, irreal, ou referir obras (de arte) criadas a partir da imaginação.

          Se só existe uma forma de amar, que matem os homossexuais e os bissexuais. E se ser adulto é perder a imaginação e não conseguir pensar fora da caixinha, prefiro ser criança para sempre.

          Responder

  6. Luciano Junior O MEU É REAL pois a vida imita a ficção então não tem tanta diferença assim ..qual mané já não deu uma de gostosão e depois ficou na bronha…

    Responder

  7. William Haddad, mas o texto não é sobre isso. É sobre alguém fictício que não quer apenas ter um parceiro, e sim vários. E o texto é pra dizer que existem outras pessoas dispostas a fazer o mesmo, e poderemos encontrar um casal que tenha um relacionamento aberto.

    Responder

  8. Luciano Junior sim meu querido eu entendi só fiz menção no meu coments devido muitos marmanjos se achando dão uma esnobada na moça ai ela fica livre leve solta se desabrocha mais ainda…de resto vc mandou bem brow mas me diga qtas vezes isso não ocorre na real tanto com homens e mulheres de resto vc mandou bem com tua postagem, alias vcs blogueiros são ótimos eu visito trocentos por dia tranquilo brow, sem desmerecer uma virgula do teu trab…abração grande abraço

    Responder

  9. William Haddad. Isso mesmo, aí vai do cara ser extremamente honesto com a mulher, e dizer logo no começo do relacionamento a que ele está disposto. E cabe então a mulher aceitar ou não o que seu futuro homem pode estar oferecendo.

    Responder

  10. Luciano Junior sim, te dito amigo Luciano ao longo dos meus 57 anos vi muito disso acontecendo inclusive com amigos meus, nessa de quererem viver intensamente, perderam verdadeira divas, mulheres avião, e que só ficavam de 4 (literalmente)para o cara, mas o garanhão queria todas e muito mais com o passar do tempo…..a tua ficção conta tudo abração

    Responder

  11. Só não namora… Você namorando e traindo é muita mancada. Se você sempre for sincero e dizer o que você realmente quer, será melhor.

    Responder

    1. Esse texto é uma obra de ficção, qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência. E a questão não é trair ou não trair, é saber exatamente como vai ser antes de começar.

      Responder

  12. É óbvio que o texto foi escrito por um cara que não teve muitas garotas, ou até nenhuma, numa tentativa frustrada onde, “qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência”, lhe dá a ilusão de que a personagem seja ele, ou dê a entender que seja ele.

    Responder

    1. Lucas,
      Esse “qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência”, é um padrão utilizado em obras de ficção para prevenir seus autores/detentores de processos de difamação, ou pessoas que se sintam atingidas pelo texto. Nesse caso utilizei isso para mostrar que a história não é real, esse é um texto fictício, mas que pode, eventualmente, acontecer de verdade, mas não trata de alguém em específico. E gostaria de saber também quando é que vocês vão finalmente utilizar argumentos concretos para rebater um texto de relacionamentos? A desculpa é sempre: “ele não pega ninguém”, “deve ser um solitário”, “alguém que não teve muitas namoradas”. Espero sinceramente que você rebata meu texto utilizando meu próprio texto e os vazios que ele possa possuir.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.