Encontre o Inferno de Dan Brown

Tempo de leitura: 3 minutos

Inferno, Dan Brown

Inferno é a primeira parte do poema “Divina Comédia” de Dante Alighieri, que contém ainda Purgatório e Paraíso. O poema do italiano é considerado uma das maiores obras da literatura, e a responsável por disseminar essa cultura de termos medo de um tal inferno que está abaixo de nós.

A partir da obra do italiano, que tem muitas frases com significados ocultos, o escritor Dan Brown resolveu criar todo um mistério. O livro Inferno, publicado no Brasil pela editora Arqueiro, tem novamente como personagem principal o professor de iconografia religiosa e simbologia da Universidade de Harvard, Robert Langdon.

Nessa nova história Langdon acorda no meio da noite em um hospital em Florença, Itália, com um ferimento na cabeça e sem saber o que aconteceu nas últimas 36 horas, nem porque está ali. De repente um atentado contra a sua vida é praticado no hospital, e ele se vê obrigado a fugir e confiar numa médica de cabelos loiros chamada Sienna Brooks. Sem saber como aquilo foi parar ali, Langdon e Sienna descobrem um misterioso objeto no paletó do professor, e são obrigados a seguir uma série de códigos criados por uma mente brilhante que é obcecada na obra de Dante Alighieri, A Divina Comédia.

A história já começa no ápice, com Langdon sem saber exatamente onde está, e sem controle algum da situação. À medida que a história passa novas coisas são descobertas e novos enigmas aparecem. Com sua mente brilhante Langdon consegue aos poucos entender tudo aquilo que foi criado e tenta desvendar esse mistério.

Ainda conhecemos uma instituição intitulada Consórcio, e que é descrita nas páginas iniciais como uma organização secreta com escritórios em sete países, e que seu nome foi modificado por questões de segurança e privacidade. Só isso já nos deixa intrigado para conhecer a história.

O que gosto nas obras de Dan Brown é que todas as referências históricas, artísticas, literárias, e científicas são reais. Ou seja, além de ser um livro de ficção, ainda podemos aprender diversas coisas. A coisa que mais me marcou de aprendizado foi a explicação do nome quarentena que muitas vezes vemos nos antivírus, mas não entendemos o porquê. Além disso, há questões filosóficas sobre a evolução dos seres humanos e como estaremos daqui a alguns anos.

Uma obra sensacional para quem gosta de conhecer a história do mundo e se deliciar com uma história de mistério. Falando em mistério algumas vezes no livro achei que Dan Brown tinha errado e se esqueceu de explicar uma coisa, mas a medida que passava ele explicava tudo direitinho, e o que eu achava que tinha sido colocado erroneamente, na verdade tinha sido bem pensado.

O livro me fez ter vontade de adquirir a obra A Divina Comédia, e conhecer um pouco mais daquilo que afligia o poeta do país da bota. Mas antes você pode adquirir o livro de Dan Brown e entender do que estou falando.

Agora adquira o livro por R$ 39,90 no Submarino e na Saraiva.

7 Comentários


  1. Sabe que essa parte sobre a quarentena eu já ouvi outra origem, que veio com a descoberta da raiva, pois quarenta dias era o tempo para se ter certeza que a pessoa/animal estava ou não com o virus.

    Responder

  2. Dan Brown é simplesmente um mago na arte de escrever livros …
    #anjos e demônios
    #o código da vinci
    # o simbolo perdido

    Responder

  3. As referências históricas, artísticas, literárias, e científicas são reais. Você matou a charada. Li todos os livros anteriores do Dan Brown exatamente por isso. Toda trama ganha sentido. Aliás a primeira vez que a Divina Comédia foi usada num enredo, foi Seven os sete crimes capitais, lembra ? Acho que você vai assisti-lo novamente.

    Responder

  4. Karola Marques … ótimos tbm , embora eu não os tenha , más já li de um amigo

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.