Vamos fazer amor?

Tempo de leitura: 2 minutos

Amor e vinho

– Nem adianta me olhar desse jeito, sei que você quer o mesmo tanto quanto eu. Vamos? O vinho deixa que eu levo, prepara aquele jantar que só você sabe, ah… Não se esqueça das velas.

Parece uma receita de bolo, quando o romantismo toma conta é assim: o bom e velho sexo sai de cena e entra o “fazer amor”, que na verdade é odiado por exatamente 100% dos héteros homens assumidos deste país. Tenho a leve sensação de ter acabado com o sonho de milhares de “menininhas” de encontrarem seu príncipe encantado, que por sinal não existe.

Mas falando sério: Qual a diferença entre fazer amor e fazer sexo? Sei que muitos de vocês pensaram: NENHUMA! O que na verdade, não é verdade. Você saberá o que é fazer amor se ler novamente o primeiro parágrafo – não é nada a mais que isso. E fazer sexo? É “dar uma”, “descarregar”, “aliviar” – se é que você me entende. Se dependesse somente do homem, ele não fazia amor, só transava.

Por que será que os homens são assim (todos, inclusive os homossexuais)? Analisando bem, as mulheres têm razão: “homem é tudo igual”. Podemos atribuir esse desejo masculino ao próprio órgão genital, que ao contrário da mulher fica exposto, totalmente para fora, já dando a ideia de brutalidade, de selvagem. Mas será isso de propósito? Aí cabe à interpretação de cada um.

E a mulher? É a que “recebe”, a que “dá”, elas tem seu genital totalmente protegido – porém mais sensível. Talvez seja o motivo pelo qual elas são mais carinhosas, mais românticas e adoram fazer amor. Nós – homens – totalmente dependentes dessas belíssimas criaturas, às vezes maltratamo-las, humilhamo-las e não damos o devido valor. No entanto, mudaremos isso a partir de hoje, vamos nos render a elas e começar a fazer amor a qualquer custo, que no fundo tem lá seu prazer único.

Seja você homossexual, heterossexual, bissexual, homem ou mulher: Vamos fazer amor? Sem medo, sem preconceito e com o mínimo de sacanagem. Prepara o jantar e o vinho deixa que levo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *