Ele não queria nenhuma delas

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Homem com muitas mulheres

Ele era um rapaz charmoso, de pele morena, e cabelos negros. Todo mundo o admirava, não por sua beleza quem nem era tão assim, mas sim por sua inteligência, seu raciocínio rápido.

As mulheres o admiravam por algum motivo, ninguém sabia exatamente o que cativava elas, elas sim, assim, no plural. Foram tantas que ele deixou para trás que seria necessário um livro para contar todas essas histórias. Mas ele tinha algo especial que despertava o desejo das mulheres.

Havia apenas um problema, ele nunca teve uma namorada, e ninguém entendia o porquê. Bastava andar ao lado dele um pouco para não entender nada, eram diversas mulheres muito gatas passando por ele, e o desejando. Algumas ele olhava, outras não. Algumas eram mais ousadas, e o devoravam com os olhos, mas por algum motivo ele não fazia nada.

Diziam que ele era tímido, fraco, frágil, covarde, e até o acusaram de ser homossexual. E talvez eu tivesse a resposta para contar a vocês o que realmente se passava na cabeça dele, mas nem eu mesmo entendia, eu que entendia tanto das mentes humanas não poderia saber o que se passava na cabeça daquele homem encantador.

Dia desses estive com ele, estávamos em uma festa, e uma loira ficou olhando bem muito para ele, fiquei até incomodado pelo número de vezes que ela olhava para ele. Mas ele nem parecia que a via, o que era praticamente impossível, já que ela estava bem na nossa frente. Posso afirmar que ela não era uma deusa, mas era bonita e tinha um belo corpo, e na milésima vez que ela olhou não resisti, explodi, e o interroguei sobre o porquê, por que ele deixava tantas belas mulheres passar assim na sua vida.

A verdade era que tinha inveja dele, queria ser como aquele homem, que cativava mulheres simplesmente por existir. E diante da minha intimidação ele respondeu, e me disse mais ou menos assim: “Há dois motivos para que eu não faça nada, o primeiro é que preciso sentir algo grande pela garota, para que eu vá lá falar com ela. Se ela se fizer um pouco de difícil e eu não estiver louco por ela, não irei fazer nada. Por isso que se for difícil tem que valer a pena, se ela não valer tanto a pena, ao menos que seja fácil. O segundo motivo é que simplesmente não as quero, tem dias que passo por mulheres e simplesmente não sinto vontade alguma de tentar fazer algumas conquistas. E talvez até haja um terceiro motivo que não mencionei anteriormente, talvez eu espere por ela, mesmo que ainda não saiba quem é ela”.

E a partir desse dia, e do que esse jovem rapaz me ensinou, nunca mais fui o mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.