Os seriados que você deveria assistir

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Oliver Queen is alive

Uma série ou seriado de televisão é um tipo de programa que é definido por temporada, durante a temporada são apresentados episódios, que normalmente vão ao ar de forma semanal. O formato é bem antigo e existia antes mesmo das novelas que temos hoje nos canais da TV aberta, que são diárias.

Na programação americana os seriados continuam bombando, principalmente por causa da tradição que eles já têm lá. Aqui também temos seriados, mas devido à forma de trabalho diferente da americana, as séries produzidas aqui ficam famosas apenas aqui.

Dentre esses seriados da TV americana, gostaria de indicar os que assisto, lembrando que estou indicando apenas o que estão em pleno vapor, com novas temporadas já confirmadas.

Arrow – Ação/Aventura

Conta a história de Oliver Queen, um jovem bilionário que é dado como morto depois de um terrível naufrágio que também matou seu pai. Depois de ficar cinco anos em uma ilha, Oliver retorna das cinzas. Chegando a Starling City ele não é mais o mesmo, a ilha o mudou, agora ele precisa cumprir o último desejo de seu pai, destruir aqueles que envenenaram sua cidade. Mas para isso ele precisa se tornar outra pessoa, ele precisa se tornar outra coisa.

É a história de um herói que precisa salvar a si mesmo primeiro. Para quem já assistiu Smallville, a série tem a mesma pegada, é claro que adicionada de muitas outras coisas, para preencher o vazio de “heróis” nas séries.

Beauty and The Beast – Ação/Aventura

Catherine Chandler é uma detetive extremamente eficiente, mas que guarda um triste passado. Na adolescência viu sua mãe ser assassinada por dois homens armados, e só não morreu por que uma criatura a salvou, matando os assassinos. Todos diziam que foi um animal, mas Catherine sabia que aquilo era humano, ou quase. Em uma de suas investigações ela chega ao doutor Vincent Keller, dado como morto durante a guerra do Afeganistão, em 2002. Cat então descobre que Vincent foi quem a salvou. Mas Vincent esconde um segredo, ele foi parte de uma experiência de um grupo de força especial para formar super soldados, mas algo deu errado, e todos os soldados foram assassinados, menos Vincent, que conseguiu escapar, mas agora uma organização secreta está atrás dele, e Vincent e Catherine precisam um do outro para sobreviver.

Para quem adora ação com um pouco de romance essa é a pedida. Um amor que faz duas pessoas ficarem juntas para que uma possa proteger a outra. Alguns aspectos da história apareceram de forma inesperada, surpreendendo muito quem assistia.

The Carrie Diaries – Comédia

O ano é 1984, e esse é o começo da vida da personagem de Sex And The City, Carrie Bradshaw. Na série Carrie tem apenas 16 anos, e sua adolescência não está sendo fácil, perdeu sua mãe há pouco tempo, sua irmã mais nova está mais rebele do que nunca, e ainda precisa lidar com os problemas de sua vida, os amigos, os amores, e agora um estágio em um escritório de advocacia na ilha de Manhattan. Em seu primeiro dia de trabalho ela conhece Larissa, a editora-chefe da Interview Magazine, e então sua vida começa a mudar.

Alguns dirão que é série de mulherzinha, e confesso que no começo fiquei com medo de alguém me ver assistindo a série, mas agora já está tudo bem. Sim, o público da série é esmagadoramente feminino, mas se você quer entender um pouco o universo feminino e ainda se divertir no caminho, essa é uma boa pedida. Tem uma linguagem extremamente fácil e aborda o sexo de uma forma fácil também.

The Following – Drama

Joa Carroll foi condenado em 2004 pelo assassinato de 14 jovens mulheres. Condenado ao corredor da morte, ele acaba escapando da penitenciária. Agora o FBI precisa dos serviços do ex-agente Ryan Hardy, responsável por capturar Carrol nove anos atrás, captura que motivou sua aposentadoria. Devido ao seu tempo afastado Ryan pode ser um problema para a equipe, mas ele não pode ser afastado, já que é peça chave. Durante as investigações descobre-se que a fuga de Carroll não é um fato isolado, é tudo um plano muito maior, um plano que vai aumentar o número de serial killers.

Confesso que a série começou boa, mas no terceiro/quarto episódio começa a dar uma caída, os produtores ficaram enrolando um pouco. Porém a partir do sétimo episódio a trama volta com tudo, e fica bastante emocionante. Tenho que confessar que os produtores me surpreenderam, nunca pensei que a série conseguiria ir para a segunda temporada, principalmente pela forma com a trama era resolvida, mas eles conseguiram.

Game of Thrones – Drama

Game of Thrones conta a história de um mundo fantástico onde há dragões e magia, nesse mesmo reino há uma guerra de poder, e essa guerra de poder é o que envolve toda a trama. Não tem muito mais o que falar da trama, pois como já disse Game of Thrones é uma das melhores séries de televisão, e certamente algum amigo(a) seu/sua já falou muito bem dessa série.

Hannibal – Drama

Deixei Hannibal por último não por acaso, ela é uma das melhores séries que já assisti, e só perde para Game of Thrones pelo roteiro menor e o fato de que em GoT qualquer um pode morrer. Hannibal conta o começo da história do famoso Dr. Hannibal Lecter, famoso na literatura e no cinema. Apesar do nome da série, o personagem central na primeira temporada é Will Graham, um professor universitário que tem uma estranha habilidade, ele consegue analisar uma cena de crime e sabe exatamente o que o assassino fez, como pensa, e o que está tentando. Depois de anos nas salas de aula Will é chamado para uma nova investigação. Numa outra investigação a mente criminosa é demais para Will, então o Dr. Lecter – um dos maiores psiquiatras do país – é chamado. Armado com o conhecimento do brilhante doutor, Will e Hannibal (conhecido como um serial killer apenas pela audiência) formam uma parceria brilhante, na qual nenhum vilão escapa. Mas Will não sabe de nada.

Sensacional a série, é só isso que tenho a dizer. O seriado trabalha muito com a mente, e um apaixonado pela mente humana como eu adora isso. Além disso, tem um roteiro brilhante, mas fique atento, a série não é para qualquer, tem classificação indicativa alta, e se você tem uma “mente fraca”, jamais tente ver a série. Possui psicopatia, assassinatos, ocultação de cadáveres, doenças extremante alucinantes, distúrbios psicológicos, canibalismo, mutilação de corpos, lavagem cerebral, condicionamento psicológico e um monte de outras coisas. Para você ter uma ideia, o quarto episódio Œuf (os episódios são escritos em francês), não passou na TV americana, devido aos atentados de Boston, pois nesse episódio crianças matam os próprios pais. Quer tirar a dúvida se aguenta ou não a série? Assista o primeiro episódio, ele não é tão leve, mas dá para aguentar. E para quem assistir a série tenha cuidado com a comida de Hannibal, e lembre-se: elem sabem.

Essas são as séries que indico e que ainda estão no ar, é obvio que existem outras maravilhosas séries que acabaram e que continuam, mas essas são as que assisto. Se você tem outra diga nos comentários para que eu possa descobrir.

Todas as séries passam em canais da TV paga no Brasil, com exceção de The Carrie Diaries, que por aqui ninguém comprou. E para assistir elas e outras não vejo muitas formas, pois mais uma vez não vou incentivar você a fazer o download da série, principalmente utilizando um site chamado -=Séries Free=-.

9 Comentários


  1. Homeland, House of Cards, Spartacus, Vikings…

    Fora Hannibal e Games, o resto é porcaria pra abobado ver…

    Responder

  2. Tirando beauty and beast que é muito ruim e mau feito, os outros são ótimo, the following é sinsitro, cada dia fica mais tenso.

    Responder

  3. HANNIBAL …. excelente série.
    Pra quem gosta do assunto é um complemento fabuloso pra livros que detalham fatos reais. Mas não é fácil para olhos mais sensíveis.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *