Carta para minha futura namorada

Tempo de leitura: 2 minutos

Cartas

Ainda não sei exatamente quem é você. Talvez ainda nem te conheça, talvez você seja aquela garota. Talvez você nunca venha a ler essas palavras, talvez ela seja você, é, você mesmo que está lendo essas palavras nessa tela, e nem adianta olhar para trás, eu estou falando que ela pode ser realmente você, mas quem é você só o tempo dirá.

Talvez você seja aquela com quem tanto sonho, talvez você seja aquela minha ex-paixão com quem estranhamente sonhei hoje de manhã, mas no meu sonho éramos apenas amigos, e talvez por isso não seja você. Talvez nós já tenhamos nos vistos, só não sabíamos ainda que era tudo sobre eu e você. Mas não importa quem é você, aliás, importa sim, porque você vai passar a ser ela, ela por quem tanto esperei, e essa carta é pra você.

Alguns dizem não acreditar no amor, e infelizmente eu não acredito, não como esse pessoal diz, a definição de amor para mim é diferente, para mim o amor é feito um sundae gigante delicioso que você pensa que nunca mais vai acabar, mas uma hora ele acaba, e isso não muda o fato dele ter sido extremamente delicioso.

Namorada, sim, é assim que quero te chamar, aprendi isso com a Brooke Davis de One Tree Hill, e prometi para mim mesmo que quando você aparecesse na minha vida, era assim que te chamaria. Quero que prometa para mim que não vai desistir de mim no primeiro erro que eu cometer, pois penso que sou perfeito, mas sei que quando te conhecer tudo isso vai mudar, você vai me permitir fazer coisas que eu nem sabia que eram cientificamente possíveis.

Quando eu ficar com raiva não se esqueça de dizer que devo lembrar das consequências. Quando eu estiver com frio não me ofereça um casaco, me ofereça um abraço, e quando você também tiver com frio é isso que farei. E essas palavras não importam tanto agora, pois ainda não sei quem é você, mas estou louco para descobrir.

Porém a verdade é que tenho pena de você, tenho pena porque você vai sofrer por causa dos meus abraços apertados. Sua barriga irá doer de tanto rir das minhas piadas sem graça. Irá achar tão sem graça ser feliz ao meu lado. E se passarmos muito tempo juntos, chegaremos a nos casar. E assim você irá ter o desprazer de ver o meu sorriso pela manhã, e de me ver na hora que pareço até um pouco bonito, na mesma manhã. Conhecerá o meu lado mais sombrio, o de criança. Saberá que infelizmente poderá contar comigo nas horas ruins. Não gostará dos meus beijos doces e demorados, e nem do barulhinho que sempre sonhei em fazer. E talvez essa azarada esteja por aí, pensando como será triste passar os melhores tempos de sua vida comigo, mesmo que sejam apenas alguns dias.

Atenciosamente e com muito carinho,
Do seu futuro namorado

*Baseado no meu poema “Tenho pena dela“.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.