Oito dicas para escrever bem

Tempo de leitura: 2 minutos

Escrever

01. Antes mesmo de publicar qualquer texto, tenha claro o que você quer comunicar e para quem. E para isto, é necessário utilizar uma linguagem adequada a onde irá publicar:
• descritiva (descreve atendo-se aos fatos)
• explicativa (“troca em miúdos” a informação)
• opinativa (atribui ao fato juízo de valor)

02. Nunca se esqueça de avaliar onde esta escrevendo. Se for um artigo em revista, em blog, ou em qualquer local que apareça seu nome, você deve demonstrar opinião própria. Já em casos onde faz jornalismo, sua opinião deve ser deixada de lado para publicar somente fatos ocorridos!

03. Emoção: Se for possível, escreva sempre sobre o que gosta, afinal de contas, como transmitir emoção se você não às sente? Fale do que gosta, com paixão e deixe que os pensamentos fluam, sem estar preocupado com palavras-chave, nem títulos, nem SEO, nem nada. Escreva!

04. Não se esqueça de tornar seu texto simples e objetivo, seguindo uma ordem lógica da literatura com começo, meio e fim.

Todo e qualquer texto com objetividade se enquadra nos três passos abaixo:
• introdução
• desenvolvimento
• conclusão

05. Uma boa forma de escrita passa por = sujeito, verbo, predicado + o quê, quem, quando, onde, como, por quê.

Todo e qualquer texto têm uma boa comunicação seguindo estas regras (sujeito, verbo e predicado) e avança com o emprego da técnica do lide, que trata de compor o texto com respostas a 6 perguntas básicas relacionadas ao tema: o quê, quem…

06. Outra boa técnica para escrita é construir sentenças que não sejam muito longas e nem muito curtas, usando o mínimo de pontuação possível.

Esta dica se aplica ao texto factual, objetivo. Quanto à utilização da vírgula e de outros tipos de pontuação, você pode usar o mínimo, mas lembre-se que quem comanda isso é a sintaxe.

07. Você pode começar com o “finalmente” já no primeiro parágrafo, e depois vá desenvolvendo os “entretanto”.

Logo no início, revele para o leitor a sua proposta: o que é e a que vem. Depois, na construção do texto, siga os passos do lide. E conclua a redação ligando o fim ao começo.

08. Escreva na medida certa do que a comunicação precisa, ou seja, evite escrever pouco demais, mas também sem “encher linguiça” de forma a perder a qualidade do texto.

Neste aspecto, você deve também evitar vícios, como redundância (“encarar de frente”), gerundismo (“vou estar agendando”) e outros, que enfraquecem a qualidade textual e desagrada leitores.

Espero ter ajudado a escrever bem.

Um abraço e até logo!

Este é um texto enviado por Adriano Luz do blog Afiliados na Web.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.