Você passou como um furacão, mas eu soube-me reconstruir

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Bobo apaixonado

Sabe hoje, quando olho para o passado e penso no que aconteceu conosco, na verdade apenas comigo, pois vivi essa paixão sozinho, você estava ali ao lado, mas não ao meu lado.

Sabe aquela carta que escrevi para você e você rasgou e jogou fora sem ler. Nela havia meus sentimentos mais profundos, nela eu contava como gostava de você mesmo depois de você já ter me feito chorar, e meus amigos terem dito para desistir de você.

Sabe o dia dos namorados, quando eu como um garoto bobo comprei presente para você, mesmo sem sermos namorados, e sem esperar que você me desse algo, aliás, tudo o que eu queria já estava em você, seu jeito de falar, e seu sorriso, que eu via na minha mente todo dia antes de ir dormir.

Sabe quando você estava voltando para casa depois do colégio. Eu ficava-te olhando pela janela imaginando o dia em que não precisaria mais olhar pela janela, pois estaria voltando para casa com você, e você me beijaria e me daria um boa tarde e diria até amanhã, e aí eu seria o cara mais feliz do mundo.

Sabe tudo isso, hoje eu vejo que valeu a pena nada disso ter acontecido. Você não era a pessoa certa para mim, e nunca será. Não guardo rancor de você e vejo que valeu ter passado por todo aquele sofrimento.

Você marcou muito a minha vida, e disso nunca irei esquecer. Hoje até tenho um pouco de pena de você, faz tempo que não ouço falar seu nome, mas sinto pena porque naquela época você não sabia o que queria, inclusive eu também não sabia. E a única coisa que não quero hoje é você, nossa época passou, como um furacão, mas passou, e hoje sou outro, não mais aquele garotinho inexperiente que se viu apaixonado por uma garota que não sabia o que queria, sou apenas aquele que nunca pertenceu a você.

*Esse texto pertence ao Cartas Para Elas, um apêndice do romance Desilusões Apaixonadamente Amorosas, e fala sobre a personagem Gisele.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.