Carta do Papai Noel para uma criança

Tempo de leitura: 2 minutos

Noel e uma criança

De: Uma criança
Para: Papai Noel

Querido Papai Noel! Gostaria de saber por que o senhor insiste em errar. Ano passado pedi um Xbox 360, e ganhei do senhor apenas um carrinho de controle remoto, até o presente que a minha Vó me deu foi melhor que o do senhor. Entendo que a minha casa seja diferente daquelas dos filmes americanos e não tem chaminé, mas nesse ano o senhor poderia ao menos entregar o presente que pedi, aquele que escrevi na carta que mandei para o senhor pelos Correios.

Outra coisa que gostaria de saber é porque o senhor insiste em entregar os presentes na madrugada, quando as crianças estão dormindo. Sabe, eu sempre quis conhecer o senhor, mas o senhor de verdade, não aquele barrigudo do shopping que minha mãe insiste em me levar para tirar fotos. Eu me comportei bem o ano todo, e mereço isso. Se não for pedir demais ajuda também meu pai, minha mãe e eles não estão mais juntos, mas ele está precisando de emprego, sei que você não pode ajudar nesse tipo de coisa, mas meu pai sempre dizia que você conhecia aquele cara ai de cima, e sei que ele pode ajudar.

Obrigado Papai Noel!

De: Papai Noel
Para: Uma criança

Olá meu jovem! Vejo que está triste comigo, mas a culpa não é minha, as pessoas tem uma visão errada de mim. Parece mágico poder entregar milhões de presentes em apenas uma noite, e não sei quem inventou isso, sei que não fui eu. Eu não sou esse que vocês pensam, meu trabalho é outro. Falando do seu pai ele está certo, eu trabalho com aquele cara aqui de cima, porém meu trabalho não é entregar presentes em uma madrugada, meu trabalho é não deixar morrer a magia do natal, pois o cara aqui de cima gosta muito do filho, e não quer que o aniversário dele seja comemorado da maneira errada.

Felizmente só trabalho na época do Natal, e até acho isso legal, pois no resto do ano estou aproveitando esse paraíso com a senhora Mamãe Noel. Sobre o meu trabalho, a verdade é que tento estar presente em todos, desde a pessoa que pega uma cartinha nos Correios e envia um presente em meu nome, até as pessoas que dedicam um pedacinho de seu tempo, nessa época maravilhosa que é o Natal, para ajudar o próximo, esse é meu trabalho.

Sobre seu carrinho de controle remoto, saiba que não fui eu, quer dizer, fui eu sim, estava presente no coração daquela pessoa que comprou esse carinho, e que te ama muito, mas infelizmente não pode dar o videogame que você queria. Sobre seu pai, já falei com o cara daqui de cima, pessoas que tem o coração como o dele não merecem ser esquecidas. E sobre ser o Papai Noel, que tal ajudar mais a sua mãe nesse final de ano, se você fizer isso prometo que um pouquinho de mim estará em você.

Atenciosamente,
Papai Noel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.