A desculpa que faltava para você comer chocolate sem culpa

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Trufa chocolate

As pessoas são mesmo malucas, e tiram conclusões de coisas muito mais loucas. É o caso do cardiologista Franz Messerli, que concluiu que pessoas inteligentes comem muito chocolate.

O louco, digo, o cardiologista, estava em um quarto de hotel pensando na vida, quando parou para pensar em um estudo que mostra como o flavonoide do cacau pode melhorar nossas habilidades cognitivas.

Dessa forma ele começou a analisar se nos países onde havia mais vencedores do Prêmio Nobel o consumo de chocolate era alto por parte da população. E chegou a conclusão de que quanto maior o consumo de chocolate per capita (kg/habitantes) de um país, maior o número de gênios premiados com o Nobel, a cada 10 milhões de pessoas.

Um dos exemplos são os suíços, famosos pelos seus chocolates, que tem 8 milhões de habitantes e já levaram 29 premiações. E como todo mundo sabe eles comem muito chocolate, lá cada habitante como cerca de 10 kg dessa delícia por ano. Outros exemplos são Suécia e Alemanha.

E ainda segundo a pesquisa, para ganhar um Nobel, um país precisa aumentar em 400 gramas o consumo anual de chocolate. Ou seja, atenção Brasil, vamos comer mais chocolate e quem sabe ganhar o primeiro Nobel de alguém genuinamente brasileiro.

Mas calma, até mesmo o senhor Messerli sabe que não adianta se entupir de chocolate para tentar ganhar um Nobel, o máximo que você pode ganhar são quilos de gordura. Porém é aí que chegamos a desculpa que falamos no título desse texto, se esse pessoal inteligente comia tanto chocolate, porque eu não posso, afinal não custa nada, aliás, custa, mas vale a pena.

Fonte: Super Interessante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.