Não mate a criança que existe em você

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Velha criança

Infância, a melhor parte da vida, não temos responsabilidades e a nossa única preocupação é saber se ainda tem doce na geladeira. A inocência de criança é o que faz ela ser uma importante parte da nossa vida.

Aquela beleza de ser criança e poder acreditar que um dia poderemos alcançar as estrelas, sem ninguém para nós dizer que isso é impossível, aliás, o que é impossível para quem pensa como uma criança, onde o céu não é o limite.

O problema é que quando a gente cresce, parece que perde aquela doçura de criança. Em parte isso é bom, por outra parte não, pois muitas coisas que aprendemos na infância poderiam muito bem ser usadas quando crescemos.

Só que quando crescem as pessoas querem esquecer que um dia foram crianças, o mundo é assim. Toda vez que vejo uma criança fico pensando como aquela pessoinha fofa um dia vai virar um mau caráter, ou uma puta (mas prefiro acreditar que ela será uma boa pessoa).

E por isso quero que você, ao crescer, ou mesmo se já for adulto, não mate a criança que há dentro de si. Claro que essa criança não pode aparecer o tempo todo, se não você vai virar um crianção, mas existem momentos que voltar a ser criança é a melhor coisa a se fazer.

Se você quer um exemplo claro de quando voltar a ser criança, tenho uma dica que utilizo. Seja criança quando estiver sozinho, pois quando estamos sozinhos parece que estamos solitários, e ativar a criança que mora ai dentro é a melhor coisa do mundo, nada como se divertir sendo criança novamente. Você fica alegre sem depender de alguém para isso.

Pois viver a infância é muito bom, mas deixar a infância viver em você é melhor ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *