Garota de 13 anos vai em busca de namorado que conheceu no Xbox

Tempo de leitura: 3 minutos

Elizabeth Robinson

Uma garota de 13 anos joga no Xbox 360, e conhece um garoto. Eles se conhecem apenas pela internet e decidem namorar, tudo online. Até ai tudo normal, o problema é que a garota fugiu de casa, roubou o carro do seu irmão e atravessou três estados para visitar seu namorado.

A garota se chama Elizabeth Robinson, moradora de Cypress, perto de Houston, Texas (EUA), e pretendia dirigir até Hodgenville, Kentucky (viagem de 1,4 mil km), para encontrar seu namorado de 12 anos, chamado Dylan.

A garota roubou o cartão de crédito da mãe, escapou pela janela do quarto, pulou no carro do irmão e pegou a estrada. Antes de sair ela deixou uma cartinha dizendo que estava chateada por ter sido intimidada na escola e que foi para a casa de uma amiga.

“Ela mencionou que estava falando com um menino pela internet e disse que ele era seu namorado. Ela começou há ficar mais tempo em seu quarto, isolando-se, onde ela estava sempre com o fone de ouvido, sempre falando. Isso é como eles se comunicavam através do Xbox.”, disse sua mãe, Tressa Robinson.

Os pais da garota suspeitaram do que poderia ter acontecido após lembrarem que o pai retirou o Xbox da garota e ela começou a perguntar sobre o consumo de gasolina no carro do seu irmão.

Quando descobriram pela manhã que ela havia sumido resolveram verificar o email dela e encontraram uma mensagem com o endereço de Dylan. Então acionaram a polícia e o pai foi ao encontro da filha.

“É realmente assustador, é realmente assustador. Passei 15 horas conduzindo o caminhão e, você sabe, tudo que você quer saber é que você pode segurá-la novamente e pode dizer que a ama”, disse o pai da garota, Robbie Robinson.

O pai de Beth disse ainda que essas longas horas ao volante foram difíceis. “Quando você está sentado em seu caminhão sozinho, você pode esperar o melhor e rezar pelo melhor, mas os pensamentos negativos vêm a sua mente. Você ouve todos os casos, o tempo todo que eles não voltam ou que passam meses ou anos desaparecidos.”

As autoridades começaram a seguir Elizabeth através do cartão de crédito. E após a notícia passar na TV um alerta Amber foi emitido e facilitou a garota ser encontrada.

Quando Beth parou para abastecer em Hope, Arkansas, seu cartão foi recusado seis vezes. Estranhos deram o dinheiro a adolescente, mas o atraso deu tempo para que o pai e as autoridades pudessem se aproximar.

A saga de Beth Robinson acabou em Nashville, Tennessee, quando um policial reconheceu o carro, parou a garota e definiu o fim da aventura. A aventura acabou após ela percorrer 1,2 mil km de distância.

“Ela estava com medo. Estava nervosa. Ela ainda estava nos explicando que estava tentando chegar a Hodgenville, Kentucky, para ver este menino, Dylan. Meu marido e eu tivemos uma conversa longa, e precisávamos descobrir por nós mesmos e pela paz de espírito o que estava acontecendo”, disse Tressa Robinson.

Após a conversa os pais decidiram deixar Beth ir ao encontro de Dylan, para que ela pudesse acabar com essa história de uma vez por todas. Juntos a família foi para Hodgenville, mas infelizmente não encontraram a casa de Dylan.

Fonte: NY Daily News e KHOU

3 Comentários


  1. cara… se isso fosse comigo eu ia levar um surra que iria fica de cadeira de rodas pra não fugir mais.. ‘-‘

    Responder

  2. Credo kkk, pera rodaram 1,4 mil km zuado assim? e ai não acharam a casa? pow eu queria ver é a cara do mlk quando viesse q a mina levo a familia inteira kkkkkkkkkkkkkkkkkk, bom sendo q esta guria vai leva uma surra e nunca mais vai joga um video game valeu né kkk

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.