Filme da Semana #25

Tempo de leitura: 2 minutos

Filme A Mosca

Hoje estamos retomando nosso filme da semana, em grande estilo, com um filme ícone da ficção cientifica e um dos melhores da década de 80.

Vale destacar que esse filme tem um trabalho de maquiagem magnífico, que durante todo período de transformação do protagonista, a sensação de realidade era grande (ganhou o Óscar de melhor caracterização).

A Mosca (The Fly)

Sinopse Original: Seth Brundle, interpretado por Jeff Goldblum, é um cientista que, em sua nova criação, inventa uma máquina capaz de teletransportar matéria. Quando vai testar seu invento em si mesmo, acaba permitindo que uma mosca entre consigo na cabine e, assim, tem seu gene misturado com o do inseto, iniciando uma lenta e dolorosa mutação.

Comentários:

João Paulo (GrindHouse Project)

Atualmente é difícil dizer que “A Mosca” causa um grande impacto quando o assunto é assustar e chocar, mas na época em que foi lançada, a ideia de um homem se tornar uma mosca foi uma das maiores criatividades da década por mais que parecesse “absurda” esta ideia.

A evolução da história é bem conduzida e alguns clichês da época da década de 80 estão presentes de maneira incômoda, tornando-se repetitiva. O grande auge do filme é sem dúvida quando o personagem principal Seth Brundle, interpretado por Jeff Goldblum, começa a sofrer suas primeiras mutações até fazê-la completamente.

Filme altamente recomendável, mas se você for daqueles que exigem filmes de excelentes efeitos especiais por ser um filme de ficção e não exige um bom roteiro, com certeza assistir “A Mosca” nos tempos de hoje é impensável. Caso queira assistir um clássico de ficção, com um roteiro inovador, com cenas inesquecíveis… “A Mosca” é uma boa pedida.

Leo Caprara (Minuto do Saber)

O filme é um marco da ficção, muito impactante, com uma história apesar de meio absurda, muito interessante de se acompanhar, principalmente levando em consideração a mutação do protagonista, que vai se desenvolvendo durante o filme.

O roteiro do filme é muito bom, os quesitos que ele pode pecar são os técnicos de efeitos especiais e coisas do tipo, mas só em efeitos mesmo, pois a maquiagem foi muito benfeita, o que faltou foi tecnologia e dinheiro para fazer algo um pouco melhor.

Filme muito bom, recomendo para vocês leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.