Sessão Nostalgia: Popeye

Tempo de leitura: 2 minutos

Popeye

Popeye é um personagem clássico dos quadrinhos, criado por Elzie Crisler Segar em 1929, e adaptado para desenhos animados em 1933 pelos irmãos Dave e Max Fleischer.

O criador do Popeye, Elzie Segar, contou anos depois que a inspiração para o personagem, veio de um homem que ele conheceu quando criança, chamado Frank “Rocky” Fiegel. Frank era um aposentado pago para manter limpo o bar local. Vivia com o olho direito meio fechado, fumava cachimbo e mentia muito. Sempre contava histórias imaginárias, dizendo que era um homem forte e nunca perdia uma briga.

Popeye é um marinheiro carismático que está sempre tentando proteger sua namorada, Olívia Palito das garras do seu maldoso inimigo, Brutus, que quer roubar Olívia do Popeye. Ele também adora comer espinafre, que é a fonte da sua força e confiança. O nome Popeye significa “olho estourado” (do inglês pop = estouro e eye = olho).

Popeye parece ser um velho marinheiro aposentado, mas na verdade ele tem 34 anos, enquanto Olívia tem 29, e Brutus 36. Falando em Olívia ela é a mulher mais desejada dos desenhos do Popeye, desejada por Popeye e por Brutus. Inclusive é difícil entender porque eles gostam dela, já que ela é um palito (não só no nome).

Popeye surgiu em 1929 nas tiras de quadrinhos “Thimble Theatre” (“Teatro em Miniatura”) de E. C. Segar no “New York Journal”. Em 1933, dos quadrinhos Popeye foi adaptado para os cinemas, e apareceu em um desenho animado produzido pelo Fleischer Studios. Depois estrelou vários outros desenhos animados de cinema, produzidos pelo Fleischer Studios, que mais tarde passou a se chamar Famous Studios. Tempos depois estreou também na televisão, pela King Features Syndicate TV e Hanna-Barbera.

Os quadrinhos do Popeye chegaram ao Brasil em 1936. Na época Popeye e Olívia se chamavam, respectivamente, “Brocoió” e “Serafina”. Porém os nomes não fizeram sucesso, e acabaram mudando para os que são conhecidos até hoje em dia. No Brasil a dublagem dos desenhos ficou por conta da Herbert Richers.

Espinafre era à força do Popeye, por isso o consumo desse vegetal aumentou 30% nos Estados Unidos. Lembrando que nos primeiros quadrinhos Popeye se alimentava de carne e a sua fonte de força era esfregar as penas da Galinha Whiffle em seu corpo.

Para mostrar a importância do Popeye, foram nestes lugares onde ele apareceu ou foi lembrado: As Meninas Superpoderosas; Memórias da Emília (Monteiro Lobato); Zorra Total; Os Padrinhos Mágicos; Chaves; mascote do Clube de Regatas do Flamengo; Bob Esponja; O Fantástico Mundo de Bobby.

Lembrando que Mario foi inspirado no Popeye. Como já contamos a história, a Nintendo estava desenvolvendo o jogo do Popeye. O jogo foi escrito, mas não pode ser lançado, pois a Nintendo perdeu os direitos do personagem Popeye. Então eles fizeram um jogo baseado no Popeye. Disso nasceu Donkey Kong, que tinha um personagem chamado Jumpman, representando o Popeye, que futuramente se tornou Mario.

Com informações da Wikipédia.

3 Comentários


  1. Eu sempre quis comer espinafre, mas minha mãe nunca quis comprar.

    Responder

  2. Quando os agricultores dos EUA resolveram enlatar o espinafre, houve uma superprodução e para dar vazão ao produto, resolveram patrocinar Popeye desde que este fizesse uso do vegetal como origem de sua força. Algo como a Record e a Igreja Universal…

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *