Arrogância: fruto da inteligência?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Durante muito tempo ouvi falar que Inteligência traz muita arrogância consigo, hoje vou escrever um pouco sobre isso.

Você já notou que muitas pessoas consideradas inteligentes são também muito arrogantes, isso não é novidade, mas seria como a terceira lei de Newton “toda ação tem uma reação”, como se um fator despertasse o outro, nesse caso a inteligência despertaria a arrogância?

Isaac Newton

A riqueza desperta o orgulho, a beleza tende a despertar a sensualidade, no caso da inteligência, o que é despertado é a arrogância.

Talvez essa avaliação não seja uma ciência exata, mas em muitos casos acontecem, seria uma forma de defesa do inteligente por se sentir inseguro, ou eles se acham superiores à sociedade.

Conheço pessoas inteligentes muito arrogantes e algumas não, agora vai da pessoa se manter humilde mesmo sabendo que tem grande capacidade, pois a humildade é uma grande virtude que deve ser valorizada.

Se você conhece pessoas inteligentes que são arrogantes, ou ao contrário são humildes comente!

21 Comentários


  1. É um fato com fama de super poderoso intelectualmente, fundador da Sigma, afirma isso, que os 5% de gente com Q.I. acima de 125 tem uma arrogância dez vezes maior que a comum. Mas tenho reparado, também, que as pessoas com fama de inteligentes, com freqüência são muito, muito mais, se forem bem sucedidas financeiramente. Os pés-rapados inteligentes não são quase nada soberbos, porque, como todos sabem, até um cego vê isso, hoje o que manda é a grana. Um cantor de músicas “sertanejas” horríveis ou um jogador de futebol, quase débeis mentais, mas que ganham mais de um milhão de reais por mês, na certa se julgam bem melhores do que, por exemplo, algum crânio durango, com Q.I. 150, formado em Filosofia, que vende chinelões e anéis nas feiras hipies. O que vale mais é o dinheiro. Um sujeito até então julgado por todos como de inteligência mediana que consegue passar num concurso da Receita Federal, por exemplo, de uma pra hora passa a ser considerado super inteligente, e às vezes nem é tanto. É como o cálculo do Q.I. do John Lennon, só porque o cara fez um sucesso tremendo na música pop e ficou nadando em grana, dizem que ele tinha 150, 160 de quociente intelectual, quando eu desconfio que o que ele tinha era criatividade em canções, só isso, nem bom poeta ele conseguiu ser, e talvez tinha apenas uns 130 de Q.I.

    Responder

    1. Quem você pensa que é pr criticar John Lennon,ele não tentava ser poeta ele era músico e pode ter certeza que ele era bem mais inteligente que você,porque invés de ficar criticando ele vivia a vida dele e conseguiu mudar o cenário musical e influenciar mts bandas e você?
      Ele fez a historia dele e nunca será esquecido você é um merda que ninguém nunca vai saber quem foi.Babaca!

      Responder

      1. Não é minha opinião, minha tola, é a dos especialistas. O John era um bom compositor, só isso. E a criatividade se consegue com apenas 120 de Q.I., o que passa disso não tem importância pra criatividade. E, pelo sua falta de educação acho que nem um Q.I. de 90 você tem.

        Responder

    2. Está visto que a inteligência, que uns, por qualidade própria, digna, e respeitável, para outros é digna de inveja, e aí, é que está a arrogância, por complexo de inferioridade, má formação, e falta de amor próprio. E já agora, John Lennon,tinha 165 pontos de Q.I, era mais inteligente que Einstein. Era, foi e é um grande Senhor, que merece todo o respeito.

      Responder

    3. Mesmo assim, 130 é um bom QI. Apenas 2,7% da população mundial tem esse numero. John Lennon tinha excesso de criatividade, e isso tem tudo a ver com a inteligencia. Veja uma entrevista dele, ele respondia tudo rápido e tinha resposta para tudo. Mesmo pessoas consideradas “altamente inteligentes” não tinham a habilidade que ele tinha para escrever ou falar. Certa vez li sobre uma estimativa sobre seu QI (não lembro onde) e dizia que era de aproximadamente 154. E sobre o fato da arrogância das pessoas com QI alto, concordo plenamente com você

      Responder

  2. Uma coisa é ser arrogante, outra é ser realista. Acho que as pessoas não sabem distinguir.

    E seja como for, a humildade faz com que desprezemos as nossas qualidades.

    Responder

  3. Acho q ñ tem nada a ver uma coisa com a outra o q torna uma pessoa arrogante eh a forma q ela foi criada… da pra ser rico sem ser orgulhos..
    e vai tomar no cu esse filho de uma puta q vem falar q o John Lennon ñ era um genio msm q ñ fosse ele fez mais pela a humanidade q muitas outras pessoas com o dobro de sua inteligencia…

    Responder

  4. Talvez em alguns casos não tenha nada a ver, mas acontece sim de pessoas com inteligencia acima da media serem arrogantes.
    e se o John Lennon era gênio ou não igual ele fez sim muita coisa pela humanidade.

    Responder

  5. Acredito que a inteligência não acarrete arrogância.
    Sou super inteligente e, apesar dessa condição privilegiada, não sou arrogante.

    Responder

  6. Essas pessoas que adquirem uma formação superior e se transformam e arrogantes, não são inteligentes, pois para ser inteligentes tem que saber usar o conhecimento transmitindo para outras pessoas.

    Responder

  7. Eu tenho uma pessoa bem próxima do meu convívio que é muito inteligente e está se tornando arrogante. Isso está me ferindo, porque a arrogância é fruto da vaidade e do narcisismo, quando a inteligência caminha lado a lado com a humildade. A arrogância nos cega, a inteligência nos faz enxergar novos horizontes.

    Responder

  8. Na verdade, não é dinheiro que traz arrogância, nem tão pouco o conhecimento, ser inteligente, em um sentido objetivo, nos torna computadores, capazes de deduzir diversas coisas, contudo não é o motivo da arrogância, ter muito dinheiro nos torna “independentes”, entretanto não traz arrogância. Deveras a arrogância é um simples instinto animal, como o leão que tem seu grupo de fêmeas, é a mesma coisa. Só que pessoas sem muito discernimento, necessitam de uma certa auto afirmação para se “Mostrar superior” as outras, mas no fundo ela acha isso, mas precisa de um meio para provar, o dinheiro, por exemplo. Isso não é difícil de ver, por exemplo, eu tinha vários amigos de infância que sempre andavam de camisa pela rua a afora, e criticavam até os descamisados, mas com o tempo começam a malhar, tornam-se uns Rocky Balboazinhos e não conseguem andar com camisa… Eu creio que eles sempre quiseram andar sem camisa, para se exibir, mas eram invejosos, por serem alienados por filmes e padrões, mas crescem e se tornam um produto. E assim é mantido a destruição da mente. Onde vejo arrogância, não vejo sabedoria, Até pode ser inteligente, mas ainda haje com com um animal, só que é muito arrogante para admitir. Concluo que devemos ser inteligentes sim, esse papo que inteligência traz arrogância é desculpinha de Gente que não consegue ler um livro, pois da sono.

    Responder

  9. Sou inteligente e sei disso, sou arrogante quando tenho que ser, mas não por ser inteligente e me sentir superior por isso, mas porque não aguento ver/ler/escutar coisas idiotas, óbvias, babacas. Sou pouco tolerante a burrice apenas.

    Responder

    1. Quem se acha feliz em geral é, quem se acha inteligente em geral não é, meu tolo.

      Responder

  10. Deixa eu dizer o que penso sobre inteligência?
    Ou vai me chamar de arrogante?
    Inteligência é saber o que o outro não sabe.
    Sabe porquê?
    Porque a sua inteligência sempre é medida pelo que você sabe a mais que a pessoa que está julgando você, ou seja, não existe inteligência quando duas pessoas sabem a mesma coisa. Depois de ser constatado isso, as pessoas tem divergências.

    Inteligência se existir, será sempre comparada com o limite de sua aceitação sobre determinado assunto.

    Responder

  11. Marina, o Q.I. é apenas um preditor de desempenho acadêmico. E, com apenas 120 e criatividade qualquer um pode criar. O John foi apenas um criativo sortudo, só isso. E… tenha um pouco mais de educação, débil mental.

    Responder

    1. Certa vez perguntaram a um servente que trabalhava na escola em que alguns beatles estudaram se eles eram muito inteligentes, a resposta dele foi: não, eles eram que nem todos os outros, inteligência normal, pelo que eu me lembro eles não eram gênios ou coisa assim. O que faz uma pessoa “virar” super inteligente de repente é o sucesso e o dinheiro, coisas que os beatles conseguiram de montão. Mas sobre inteligência e arrogância, com excessões, claro, acho, sim, que andam de mãos dadas, já vi isso cem vezes. É igual o dinheiro: muito dinheiro e arrogância também andam de braços dados.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.