O verdadeiro sentido do mundo

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Homem olhando o belo céu

Várias pessoas perderam um tempo da sua vida tentando descobrir o sentido do mundo. Por que as pessoas fazem certos tipos de coisas? Recentemente lançamos mais uma de nossas séries, a Área 51. Começamos com dois posts, que responderam o que os homens e as mulheres queriam. Mas tudo isso foi para introduzir o artigo principal, que pretende dizer qual o verdadeiro sentido do mundo.

Se você prestou atenção nos nossos outros artigos dessa série, já deve ter percebido qual o sentido do mundo. Você pode até não acreditar nesse texto, até porque é escrito por mim, um “simples mortal”. Mas acreditando ou não, esse é o verdadeiro sentido do mundo.

E qual seria esse sentido se não o PODER. Isso mesmo, o verdadeiro sentido do mundo é o PODER. Assim como definimos no primeiro post, que é algo que de alguma forma vai te deixar mais forte, mostrando para as outras pessoas que você não é só mais um na multidão.

O poder está em tudo o que queremos. Seja na garota bonita, no homem rico, no carro do ano, na roupa da moda ou até mesmo naquele óculos de sol legal. Tudo o que o “homem” quer é algo melhor, ou seja, algo que o trará poder, que o diferencie dos outros. Para uns o poder é uma Ferrari, para outros é um Ford KA. É por isso que a definição de poder é diferente para as pessoas.

Mas aí fica faltando explicar uma coisa. Por que algumas pessoas querem coisas como a paz e outras querem coisas como a guerra? A resposta é o PODER. Isso mesmo, pode parecer surreal, mas é isso. Alguns preferem a paz porque assim eles podem sair nas ruas com aquela roupa cara e atrair mais homens/mulheres. Outros preferem a guerra porque todo mundo conhece aquele ditador cruel (que no caso é a pessoa que prefere a guerra) e, por incrível que pareça, tem muitas mulheres interessadas nele.

Esse foi apenas o primeiro segredo da Área 51. E você, conhece outro? Envie-o para nós através dos comentários ou por e-mail.

12 Comentários


  1. D.B.
    Tua visão é boa, mas não concordo contigo. Como vc me explica todas estas seitas religiosas onde as pessoas entregam suas Vidas, seu Pensamento, em síntese, o seu Ser a mão de um alguém “iluminado”? As pessoas simplesmente preferem que outros cuidem de suas vidas, como se elas fossem eternos filhos, com um pai sabio que as guie. Hoje, os “pais” da sociedade nos empreguinaram com varios conceitos erronios, sim um deles é o Poder, mas não o maior…

    Tens talento, és precoce, sucesso e glória no blog.

    Penso no que digo.

    Responder

  2. D.B.,
    Essas pessoas também querem o poder, só que elas acreditam que o poder está num ser divino que vai salvá-las desse mundo e os torná-las poderosas.

    Responder

  3. D.B.
    Quando vejo um crente pregando ( não um pastor, mas um crente que sobe ao pulpito e prega) ou falo com algum, não consigo vê-los com alguma intenção de almejar um pouco do poder de Deus ( salvo os pastores e outros que vivem da renda da igreja). O ser humano busca a paz da maneira que lhe foi ensinado, seja pelo Poder, pelo Divino, pelo Conhecimento. A busca pelo Poder não é o vício primordial do ser humano, porém é um dos mais fortes. Na sociedade, todo o comportamento adotado depende da mesma ou você vê essa busca desenfreada pelo Poder em uma tribo? Ou em um grupo nômade Mongól?

    Responder

  4. D.B.,
    O homem sempre busca o poder, da forma que ele acha cerot. Nessas tribos existe a busca pelo poder sim, ou será que essas tribos não escolhiam um chefe.

    Responder

  5. D.B.
    Não há eleiçõe para ser líder nestas tribos, simplesmnete os anciões são escolhidos pôr supostamente serem mais sábios, não há uma busca do índio pela liderança. E como assim” o homem busca o poder da maneira que acha melhor”, quer dizer que a Plenitude é um poder? O Amor é um poder? Tudo o que há é Poder? Não há como ter um esclarecimento lógico da verdade mundana se insistirmos no minimalismo, onde a verdade de tudo é uma coisa só. Me explique onde há um líder mongól.

    Responder

  6. D.B.
    Não sei se você está ocupado ou se simplesmente não quer responder, mas seria muito bom continuar este debate, espero sua resposta.

    Responder

  7. D.B.,
    Não adianta continuar essa discussão que não vai levar a nada, você não quer entender que o sentido do mundo está no poder, mesmo que para algumas pessoas isso signifique apenas um carro e uma boa família.

    Responder

  8. D.B.
    Não, discurção não, um debate. Eu nunca lhe disse que não queria entender, só achei que este post sobre o poder fosse para esclarecer, passar um pouco da tua idéia para os leitores de teu blog. Geralmente quando alguém espõe uma opinião, é para orientar quem lê, é para discutir a veracidade das coisas e você não pareçe querer nem uma delas. A “discurção” como tu dizes, nos levaria ao caminho da verdade, interronpesse o nosso caminho. Sei que posso parecer arrogante com minhas idéias, tentando te perssuadir e mudar a tua convicção, mas não é isso, só busco a verdade e gente que queira vê-la, que esteja disposta a busca-la. As pessoas criam os seus mundos e se isolam neles, nestes mundos elas plantam e colhem suas convicções para o SEU próprio sustento e não para os demais que padecem de fome-conhecimento, eu criei o meu mundo, e ele e expansivo, quero aprender de todos. Não desista dos outros, continuemos com a busca pela Verdade.

    Responder

  9. Antonio e Luciano

    Vlw vcs me ajudaram muito em meu debate. Deveriam trabalhar juntos, sucesso para os dois…

    Responder

  10. Não é muito sadio ficar procurando a razão da vida! o poder, na verdade, é uma meta que sempre desejamos atingir! 90% das pessoas não conseguem e ficam frustradas, e acabam procurando igrejas e santos e etc. Temos que nos preocupar com o nosso bem estar e nunca afetar os outros! Existem 2 coisas mais importante na vida! Deus e a natureza(incluindo tudo o que pertence a natureza, inclusive vc)! valorize isso que com o tempo as suas metas vão ser alcançadas. Shalom

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.