Encerrando a questão: Presidente ou Presidenta?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Presidenta

Há uma discussão muito grande sobre o termo correto para chamar Dilma Rousseff. Muitos dizem que o certo é Presidente, mas ela que ser chamada de Presidenta. Para acabar de vez com esse dilema um e-mail foi passado para nós, e nós vamos reproduzi-lo aqui.

Uma belíssima aula de português. Foi elaborado para acabar de vez com toda e qualquer dúvida se tem presidente ou presidenta. Será que está certo? Acho interessante para acabar com a polêmica de “Presidente ou Presidenta“.

A presidenta foi estudanta?
Existe a palavra: PRESIDENTA?
Que tal colocarmos um “BASTA” no assunto?

No português existem os particípios ativos como derivativos verbais. Por exemplo: o particípio ativo do verbo atacar é atacante, de pedir é pedinte, o de cantar é cantante, o de existir é existente, o de mendicar é mendicante… Qual é o particípio ativo do verbo ser? O particípio ativo do verbo ser é ente. Aquele que é: o ente. Aquele que tem entidade.

Assim, quando queremos designar alguém com capacidade para exercer a ação que expressa um verbo, há que se adicionarem à raiz verbal os sufixos ante, ente ou inte. Portanto, à pessoa que preside é PRESIDENTE, e não “presidenta”, independentemente do sexo que tenha.

Diz-se: capela ardente, e não capela “ardenta“; se diz estudante, e não “estudanta“; se diz adolescente, e não “adolescenta“; se diz paciente, e não “pacienta“. Um bom exemplo do erro grosseiro seria: “A candidata a presidenta se comporta como uma adolescenta pouco pacienta que imagina ter virado eleganta para tentar ser nomeada representanta. Esperamos vê-la algum dia sorridenta numa capela ardenta, pois esta dirigenta política, dentre tantas outras suas atitudes barbarizentas, não tem o direito de violentar o pobre português, só para ficar contenta“.

6 Comentários


  1. Essa Dilma se acha superior ao nosso português, querendo passar por cima dele.

    Responder

  2. Prezados
    Nunca escrevi absolutamente nada sobre a existência ou não da palavra
    “presidenta”. Meu nome está sendo usado indevidamente como autora de um
    texto que circula na internet e na imprensa.

    Sou professora da Universidade Federal do Paraná – UFPR, Departamento de
    Hidráulica e Saneamento, graduada em “Engenharia Civil “ e com
    pós-graduação em cursos de “Engenharia“ (Mestrado e Doutorado) e
    professora de cursos de “Engenharia” na UFPR (ver meu Curriculum Lattes –
    http://www.cnpq.br – plataforma lattes)

    Eu jamais escreveria um texto que não fosse da minha área de atuação.

    Miriam Rita Moro Mine

    Responder

  3. Então que dizer que os dicionários Aurélio, Houaiss, Aulete (1925), e os gramáticos Pasquale Cipro Neto, Laudelino Freire, António de Morais Silva, estão errados?

    Veja os links:

    http://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/presidenta-existe-na-lingua-portuguesa-desde-1872/n1597210547562.html

    http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI176658-18176,00-PRESIDENTE+OU+PRESIDENTA.html

    http://g1.globo.com/platb/portugues/2010/11/01/a-presidente-ou-presidenta/

    “No caso de ‘presidenta’, talvez pelas conquistas das mulheres em vários territórios, surgiu esse uso, que os dicionários acolheram”, diz Pasquale. “Os três maiores dicionários da língua portuguesa, o Houaiss, o Aurélio e o Aulete, já registram ‘presidenta’ como equivalente de ‘a presidente’, ‘mulher que preside’. As duas formas estão corretas.”

    Presidente ou presidenta? O iG esclarece a dúvida
    Linguistas explicam a correção da palavra presidenta e mesmo a oposição vê no seu uso uma evolução dos costumes
    iG São Paulo | 15/09/2011 07:00
    A palavra “presidenta” existe na língua portuguesa desde 1872. E desde 1925 ela consta como verbete do dicionário Caldas Aulete, revela, com exclusividade para o iG, um estudo feito pelas lexicógrafas Marina Baird Ferreira e Renata de Cássia Menezes da Silva, da equipe do dicionário Aurélio. Mas quase um século depois de ser dicionarizado, o substantivo feminino de presidente ainda causa estranhamento e leva muitos leitores do iG, que adota o uso do termo, a questionar sua correção ortográfica.

    http://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/presidente-ou-presidenta-o-ig-esclarece-a-duvida/n1597210500269.html

    Responder

  4. É o povo, e não os entendidos, que faz a nossa língua.
    Se uma mulher tem ideias próprias, sabe o que fazer, consegue ser mais “homem” que os homens, então é uma verdadeira Presidente.
    Quando vai perguntar ao marido que decisão deve tomar… então é presidenta.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *