Os pequenos fazem mais estrago

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Dizem que é só a ponta do iceberg, se isso é verdade, então os pequenos podem fazer mais estrago que os grandes.

Homem fazendo tempestade

Há quem diga que os grandes são os melhores, que eles sempre vencem. Mas isso não é verdade, os pequenos podem fazer muito mais estrago que os grandes. Isso prova que tamanho não é documento, a gente é que faz o nosso próprio documento. Você ainda não acredita que os pequenos fazem mais estrago, veja os exemplos.

Adolf Hitler

Adolf Hitler – 1,75m. Considerado baixo, mas nem por isso considerado fraco. Um dos “maiores” é mais cruéis ditadores que o mundo já viu. Separou famílias, mandou matar milhões de homens. Comandou a Alemanha na Segunda Guerra Mundial.

Luiz Inácio Lula da Silva

Luiz Inácio Lula da Silva – 1,70m. Considerado por muitos, um dos “maiores” presidentes do Brasil. Governou o Brasil com maestria, acelerou a economia, entre outras coisas. Pode não ter resolvido tudo, mas com certeza resolveu boa parte.

Lionel Messi

Lionel Messi – 1,69m. Eleito pela FIFA como o melhor jogador do mundo em 2009 e 2010. Um dos “maiores” craques de futebol da atualidade. Considerado na Argentina o novo Maradona.

E aí, agora você acredita que os pequenos fazem mais estrago (seja no bom ou no mal sentido)?

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.